Apesar de queda recente, Bitcoin mantém alta de 9% em 2021

O Bitcoin viveu duros dias, mas ainda segue valorizado em 9,88% no ano.

Siga no
Bitcoin e ouro valorização valor
Bitcoin refletindo ouro

O preço do Bitcoin subiu cerca de 300% em 2020 e, apesar das recentes quedas, a alta continua em 2021. O ouro, um dos seus principais “concorrentes”, começou o ano em queda. Após fechar 2020 cotado a US $ 28,972.40, a moeda digital atingiu o valor de US $ 41 mil em janeiro de 2021. A intensa valorização, contudo, não demorou muito e acabou caindo mais de 20%.

Atualmente o Bitcoin está valendo 23% menos que seu preço mais alto, atingido há poucos dias. Na última semana, a moeda digital caiu 13% e acabou registrando uma de suas piores semanas na história.

A semana terminou com o Bitcoin sendo testado politicamente nos Estados Unidos. Além disso, os fundamentos da moeda digital passaram por uma prova de aceitação no mercado, que acabou caindo em uma dura fake news.

Um dos problemas sentidos pela comunidade Bitcoin foi a chegada do Joe Biden na presidência dos Estados Unidos. Ao nomear Janet Yellen como secretária do Tesouro, ela chegou ao Senado afirmando que as criptomoedas eram utilizadas por criminosos e financiamento ao terrorismo.

Yellen acabou acalmando os investidores. Isso porque, ela afirmou que os Estados Unidos precisam encorajar o uso legítimo das criptomoedas.

O outro medo com o Bitcoin na semana foi o do “gasto duplo”, informação divulgada em um relatório da BitMEX que causou confusão, principalmente em investidores novatos. O relatório apontou que o Bitcoin sofreeu um problema grave, justo um que ele nunca sofreu.

Até uma empresa vendeu Bitcoin com medo do gasto duplo ter sido verdadeiro.

O especialista Andreas Antonopoulos correu para explicar a fake news, que causou um medo extremo no mercado. Com todo o receio político e técnico pesando contra o Bitcoin na semana, o preço acabou caindo 13% nos últimos sete dias.

Ouro cai e futuro de petróleo tem sido campeão

O Bitcoin viveu duros dias, mas ainda segue valorizado em 9,88% no ano. Mesmo com os medos recentes, o ativo supera o ouro, SPX e Dólar, segundo dados da Skew.

Preço de fechamento semestral do Bitcoin em Dólar e Retorno Anual de ativos em 2021/SKEW
Preço de fechamento semestral do Bitcoin em Dólar e Retorno Anual de ativos em 2021/SKEW

A maior valorização de ativos no ano, segundo dados da Skew, é do preço de contrato futuro do WTI Crude Oil da New York Mercantile Exchange. O WTI valorizou 11,58% em 2021, seguido pelo Bitcoin.

No entanto, o ouro é o único ativo listado pela Skew que não engrenou no ano. Ao perder 2,04% de valor, os investidores deste ativo ainda aguardam definições sobre o mercado.

Vale o destaque que o preço do Bitcoin fechou 2020 com valor abaixo de US $ 30 mil. Em 2021, no entanto, o preço se mantém acima dos US $ 30 mil há 21 dias seguidos.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Polícia descobre mineração ilegal de Bitcoin dentro do próprio quartel

A polícia de diversos países continua de olho nas atividades ilegais de mineração que utilizam energia roubada para obter lucros com criptomoedas. Um caso...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Ethereum será atualizado no dia 4 de agosto e se tornará deflácionário

Nos últimos dias os participantes de grupos de criptomoedas têm perguntado se a atualização de uma certa criptomoeda fará a alta do Bitcoin ser...
Mão segurando Bitcoin e bandeira da Malásia

“Clientes da Binance devem sacar fundos imediatamente”, diz CVM da Malásia

A CVM da Malásia afirma que os investidores de criptomoedas devem sacar seus fundos imediatamente da Binance, que receberá medidas coercitivas em breve. A nova...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias