Bitcoin não tem valor intrínseco e vai colapsar, diz Financial Times

"O Bitcoin já entrou em colapso antes; certamente o fará novamente.”, diz o FT.

O renomado jornal Financial Times (FT) lançou um olhar crítico sobre a recente alta do Bitcoin, comparando-o a um “déjà vu” e prevendo um possível colapso.

O jornal nota que o Bitcoin mais que dobrou de preço em 2023, saltando de US$ 15.500 em janeiro para US$ 42 mil em dezembro, com a alta desencadeando uma onda de otimismo no setor e previsões de que a criptomoeda pode ultrapassar US$ 100.000 até o final de 2024 e talvez atingir US$ 750.000 até 2026.

O FT, no entanto, expressa ceticismo sobre a sustentabilidade dessa alta, argumentando que, ao contrário de outros ativos, o Bitcoin carece de valor intrínseco e não é apoiado por qualquer entidade tangível.

Embora o ouro também seja frequentemente comparado ao Bitcoin, o FT destaca que o metal precioso é historicamente reconhecido como uma reserva de valor confiável e uma proteção em tempos de incerteza econômica.

“Ao contrário de outros ativos, o bitcoin não tem valor intrínseco, nem é respaldado por nada.” diz o artigo.

Colapso virá novamente

A publicação também sugere que a recente alta do Bitcoin foi impulsionada mais por especulação que por fundamentos sólidos. O jornal descreve isso como um exemplo da “teoria do mais tolo”, um princípio de investimento que sugere que se pode lucrar com um ativo sobrevalorizado, desde que haja alguém disposto a pagar ainda mais por ele.

Essa teoria implica que o valor de um ativo pode continuar subindo enquanto houver demanda, independentemente de seu valor fundamental.

Os “touros” do mercado cripto, por outro lado, argumentam que o retorno do apetite por risco nos mercados financeiros, a resolução de casos criminais de alto perfil no mercado e a expectativa de aprovação de ETFs de Bitcoin nos EUA são indicadores de um mercado mais maduro e robusto.

O FT, entretanto, ressalta que os desafios legais e regulatórios para a criptomoeda estão longe de terminar. Além disso, a volatilidade inerente das criptomoedas permanece uma preocupação significativa, com fundos privados de criptomoedas negociados a valores exorbitantes em relação ao seu valor subjacente.

O FT diz ainda que, embora investidores possam ter ganhos no curto prazo, a alta é inerentemente arriscada e insustentável a longo prazo. O jornal finaliza o artigo dizendo que o Bitcoin já sofreu colapsos dramáticos anteriormente e sugere que tal cenário vai se repetir.

“Tudo o que você precisa para lucrar com um investimento é encontrar alguém tolo o suficiente para comprar o ativo a um preço ainda mais alto. Isso vai durar, até que não aconteça mais. O Bitcoin já entrou em colapso antes; certamente o fará novamente.”

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Vinicius Golveia
Vinicius Golveia
Formado em sistema da informação pela PUC-RJ e Pós-graduado em Jornalismo Digital. Conhece o Bitcoin desde 2014, atuando como desenvolvedor de blockchain em diversas empresas. Atualmente escreve para o Livecoins sobre assuntos de criptomoedas. Gosta de cultura POP / Geek. Se não estiver escrevendo notícias relevantes, provavelmente está assistindo alguma série.

Últimas notícias