Bitcoin pode adicionar US $ 1 bilhão à receita do Paypal, diz analista

Atualmente a Visa e a MasterCard cobram a maior parte da taxa de 2,9% que o PayPal cobra de seus comerciantes, mas para pagamentos com Bitcoin eles podem cobrar apenas 1%, como a BitPay.

Siga no

O preço da ação do PayPal subiu 30% desde novembro de 2020, de US $ 175 para US $ 252 graças ao bitcoin. E pode subir mais, de acordo com Mark Palmer da BTIG, que afirmou na quinta-feira (20):

“Volumes recentes da itBit Exchange mostram forte tração na iniciativa de criptomoedas da empresa. O esforço para promover a aceitação de criptos pelos comerciantes é o próximo passo.”

Os clientes do PayPal têm comprado cerca de US $ 100 milhões em bitcoins por dia e até US $ 250 milhões de acordo com os volumes da itBit.

O Bitcoin pode adicionar US $ 1 bilhão à receita do PayPal em 2022, de acordo com a estimativa de Palmer, que diz “a tração observada nos crescentes volumes de criptomoedas da itBit é um bom presságio para o crescimento e engajamento da conta ativa do PYPL”.

O aplicativo Venmo do PayPal deve lançar Bitcoin ainda este ano, mas a diferença real pode estar no plano da empresa de expandir as compras com Bitcoin para 28 milhões de comerciantes.

Atualmente a Visa e a MasterCard cobram a maior parte da taxa de 2,9% que o PayPal cobra de seus comerciantes, mas para pagamentos com Bitcoin eles podem cobrar apenas 1%, como a BitPay.

Como esses pagamentos seriam por meio do PayPal, as taxas de rede do bitcoin não teriam um custo caro, pois os próprios ativos podem permanecer sob custódia do PayPal, enquanto ele apenas fazem o registro das alterações de propriedade.

Portanto, este pode ser um dos principais motivos que fizeram as ações do PayPal subirem, enquanto a Visa e MasterCard tiveram uma queda de 5% e 6%.

A concretização do PayPal pelo Bitcoin provavelmente afetará outros provedores de serviço.

A Stripe, por exemplo, pode ser incapaz de competir a menos que também ofereça aos comerciantes a opção com taxas mais baixas por meio do Bitcoin.

Isso poderia ter um efeito devastador em todo o ecossistema, com o Bitcoin no meio como uma ferramenta de lucro, desta vez por meio de camadas secundárias como, o PayPal.

Pagar com Bitcoin, portanto, pode se tornar algo muito mais comum à medida que a rede se expande com eficácia por meio de um modelo de negócios diferente.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
TrustNodeshttps://trustnodes.com
News on all things Blockchain, Ethereum, IoT, Fintech and Bitcoin.
Fundador Mercado Livre

Fundador do Mercado Livre investe em corretora de criptomoedas

O fundador e CEO do Mercado Livre, Marcos Galperin, participou de uma rodada Série B de investimentos na fintech Ripio, que captou cerca de...

Meu pai viúvo de 68 anos está enviando bitcoins para uma mulher que conheceu...

As interações em redes sociais sempre devem ser realizadas com atenção, principalmente com desconhecidos. Um tipo de golpe bem comum são os emocionais, em...
Nicholas Nassim Taleb

Nassim Taleb sobre queda do Bitcoin: “Não é proteção contra nada”

Nassim Nicholas Taleb é um famoso economista e autor de livros como A Lógica do Cisne Negro, Antifrágil e Arriscando a Própria Pele. Taleb,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias