Bitcoin vai cair para US$ 1.850 segundo previsão de especialista

Siga no

Nem mesmo o otimismo do mercado impedirá a queda do preço do Bitcoin (BTC). Segundo uma análise publicada por um especialista, a criptomoeda poderá experimentar valores próximos de US$ 1.800. Caso isso aconteça, será a primeira vez em anos que o Bitcoin (BTC) voltará a ser votado por valores tão baixos assim.

Em uma breve análise dos primeiros meses de 2019, o Bitcoin (BTC) demonstrou um poder de valorização que animou o mercado. Porém, nem tudo parece ser tão positivo quanto os últimos números. Após viver vários dias de alta, o Bitcoin (BTC) experimentou alguns dias de queda. Além disso, é a estabilidade e a falta de romper novas máximas que deverá fazer a criptomoeda voltar a cair.

O que aconteceu em 2017 vai refletir no preço do Bitcoin (BTC) em 2019

Segundo previsão publicada pelo perfil Bleeding Crypto no Twitter, 2017 poderá servir como reflexão para o desempenho do Bitcoin (BTC) em 2019. Segundo análise do perfil foi neste ano que a criptomoeda esteve cotada por volta de US$ 2.450.

O Bitcoin (BTC) poderá voltar a cair após não conseguir romper a máxima de US$ 4.200 em 2019. Isso significa que a criptomoeda deverá chegar em US$ 2.450. Caso isso aconteça, o pior ainda poderá fazer o ativo digital se desvalorizar ainda mais. Com uma nova mínima, o Bitcoin (BTC) estaria fadado a experimentar novos recuos e uma nova faixa de preço bem abaixo da negociada atualmente no mercado.

Se o Bitcoin (BTC) testar valores entre US$ 3.100 e US$ 2.450 nos próximos dias, uma nova queda confirmará a previsão do Bleeding Crypto. Segundo análise do especialista em criptomoedas, essa deveria ser a nova faixa de preço do Bitcoin (BTC) capaz de fazer o ativo digital cair novamente. Sendo assim, Bleeding acredita que esse seria o caminho para o Bitcoin (BTC) voltar a ser cotado por US$ 1.850.

Bitcoin (BTC) não experimenta preço tão baixo desde 2017

O especialista ainda concluiu que o valor de US$ 2.450 não foi testado desde então pelo Bitcoin (BTC). O que dirá então do valor de US$ 1.850, um preço dez menor daquele já conquistado pelo criptoativo em seu melhor desempenho já registrado no mercado.

Em entrevista à CCN, o especialista enfatizou sua previsão afirmando que esse movimento já foi observado em outro período no mercado. Contudo, para que isso se confirme, o preço do (BTC) deveria cair drasticamente, já que atualmente a criptomoeda está sendo cotada em cerca de US$ 3.893,44.

“Acredito que sim, porque se você olhar para o hard fork em maio de 2017, mantivemos o apoio na região de US$ 2.450 por meses antes de cair para US$ 1.850”.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Roberto von der Osten, da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT)

Bitcoin é inevitável, diz sindicalista da CUT

O sindicalista Secretário de Relações Internacionais da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Sistema Financeiro (CONTRAF-CUT), Roberto von der Osten, disse em um programa de...

Axie Infinity não pagará mais jogadores iniciantes

Axie Infinity ainda é um dos grandes sucessos dos jogos blockchain, representando uma oportunidade para muitos conseguirem ganhar enquanto jogam. No entanto, novas mudanças...
Bitcoin e criptomoedas em ETF

NASDAQ indica que ETF de Bitcoin pode ter sido aprovado, preço dispara

Os investidores de Bitcoin tem aguardado ansiosamente por uma possível aprovação de um ETF de Bitcoin, o que poderia fazer o preço do ativo...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias