Buscas por Bitcoin no Google duplicaram na última semana

Maior buscador do mundo!

Siga no
Buscas por Bitcoin no Google duplicaram na última semana
Fonte: Google / Acesso em 06 de abril de 2019

A maior ferramenta de buscas na internet é o Google, e certamente a empresa é referência no auxílio aos usuários que precisam de informações. Na última semana, o Bitcoin teve um grande destaque nos trends de pesquisas.

O Bitcoin (BTC) passou por uma forte valorização, isso pode ter influenciado nas buscas. A maior criptomoeda do mundo valorizou mais de 20% em apenas uma semana.

Isso fez com que investidores e estudantes do mercado buscassem por informações na web. Pelo Google, a taxa de pesquisas dobrou no período.

Google Trends apresentou dados ainda não consolidados

A ferramenta que mede o impacto das pesquisas realizadas na ferramenta é o Google Trends. Por lá, no período de 31 de março a 06 de abril, os dados ainda não foram consolidados.

Entretanto, mesmo com a falta de alguns dados a taxa de pesquisas dobrou em relação ao último período de apuração.

Durante o período de 24 a 30 de março o Bitcoin teve uma taxa de 41 nos Trends do mundo todo. Contudo, no período que acompanhou a alta de preços do BTC a taxa foi de 81, mesmo com dados incompletos.

Fonte: Google Trends / Acesso em 06 de abril

Comunidade de criptomoedas comemorou a marca

O fundador da Morgan Creek, Anthony Pompliano, comemorou em seu Twitter. Para este entusiasta, seis fatores marcaram a semana, que são:

  1. Um comprador levou o BTC acima de U$ 5 mil
  2. Buscas no Google triplicaram para “Bitcoin”
  3. SEC publicou uma orientação sobre tokens
  4. Binance está chegando em Singapura
  5. Mais de 40 bancos centrais estão analisando a tecnologia blockchain
  6. Finalmente, o Bitcoin não morreu.

Em resposta a Pompliano, o CEO da Binance CZ disse que o gatilho para um novo bull market foi apertado. Além disso, o mesmo acredita que muito dinheiro irá entrar no mercado.

Pesquisas sobre Bitcoin no Brasil batem máxima do ano

Se as pesquisas sobre Bitcoin no mundo chegaram a marca de 81, então o Brasil é um dos países que se destacaram.

A taxa do Brasil de buscas no período foi de 100, esta que é a taxa máxima de pesquisas avaliadas pelo Trends.

Em outras palavras, a marca faz com que no país, nos últimos 12 meses, o Bitcoin tenha chegado ao topo histórico de buscas. Finalmente, esse dado reforça que a comunidade brasileira de criptomoedas está forte e atenta ao mercado.

Isso é importante porque o Google está aos poucos reforçando sua participação na criptoeconomia. Novas ferramentas têm sido lançadas, e aos poucos o mercado segue crescendo.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Polícia descobre mineração ilegal de Bitcoin dentro do próprio quartel

A polícia de diversos países continua de olho nas atividades ilegais de mineração que utilizam energia roubada para obter lucros com criptomoedas. Um caso...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Ethereum será atualizado no dia 4 de agosto e se tornará deflácionário

Nos últimos dias os participantes de grupos de criptomoedas têm perguntado se a atualização de uma certa criptomoeda fará a alta do Bitcoin ser...
Mão segurando Bitcoin e bandeira da Malásia

“Clientes da Binance devem sacar fundos imediatamente”, diz CVM da Malásia

A CVM da Malásia afirma que os investidores de criptomoedas devem sacar seus fundos imediatamente da Binance, que receberá medidas coercitivas em breve. A nova...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias