Google está aumentando suporte à criptoeconomia

Ferramentas e integrações!

Siga no
Google está aumentando suporte à criptoeconomia
Créditos: Buscador Google

O gigante da internet, Google, empresa essa que gerencia o maior buscador de informações e dados do mundo, com mais de 3,5 bilhões de buscas diárias e mais de 1,2 trilhão de buscas por ano, está aos poucos implementando ferramentas relacionadas a criptomoedas.

Essa integração de ferramentas dentro do Google mostra que a empresa está atenta nos detalhes da criptoeconomia.

Google Search tem sido uma das ferramentas impactadas

Aos poucos o Google está dando visibilidade para as criptomoedas em sua ferramenta de busca. O Google Search tem sido uma das impactadas.

Um usuário que pesquisa “bitcoin”, por exemplo, recebe de início uma ferramenta de cotação, as principais notícias e uma ficha de resumo ao lado direito.

Fonte: Google

O Google já integrou quatro criptomoedas em sua ferramenta de conversão de moeda. Ele suporta Bitcoin (BTC), Bitcoin Cash (BCH), Ethereum (ETH) e Litecoin (LTC) entre numerosas moedas fiduciárias.

Agora outro usuário que por ventura pretende saber sobre a criptomoeda XRP e faz a pesquisa deste assunto, recebe informações de moedas relacionadas.

Fonte: Google

Google aplicando Data Science em blockchains públicas

O Google também vem combinando data science com seus algoritmos de busca para rastrear blockchains públicas como Bitcoin e Ethereum, tornando os dados disponíveis publicamente.

Os dados coletados podem ser usados, por exemplo, para tomar decisões de negócios. No caso do ETH, ele pode sincronizar o blockchain do Ethereum com computadores que executam o Parity no Google Cloud e realizar uma extração diária de dados do blockchain do Ethereum, incluindo transações de contratos inteligentes.

O Google, de acordo com o portal The Block, em fevereiro de 2018 anunciou a criação do Blockchain ETL (Extração, Transformação e Carga).

Este projeto é ambicioso ao passo que pretende se integrar com outras criptomoedas além do Bitcoin e Ethereum.

As outras moedas que estariam no radar da equipe para integração seriam a Litecoin, Zcash, Dash, Bitcoin Cash, Ethereum Classic e Dogecoin para o produto que é chamado Google BigQuery.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Comércio de Bitcoin na China aumenta, apesar de ser banido

Em 2017, a China fechou corretoras locais de criptomoedas, sufocando um mercado especulativo que era responsável por grande parte do comércio global de criptomoedas....
Divulgação/Goldman Sachs

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...
Bitcoin em fevereiro de 2021

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Província da China vai banir mineração de Bitcoin por causa do impacto ambiental

A emissão de gases de carbono é uma grande preocupação atualmente, sendo classificado como o principal causador do efeito estufa e um dos motivos...

Desenvolvedores voltam a atualizar Dogecoin

No meio da alta recorde das criptomoedas no ano passado, a Dogecoin (DOGE) se destacou como uma ovelha negra. Ela valorizou 2100% no intervalo...

Citibank: Bitcoin pode se tornar uma moeda de comércio global

O Bitcoin está em um "ponto de inflexão" e pode se tornar a moeda preferida para o comércio internacional, disseram analistas do gigante bancário...