Elon Musk revela opinião enviesada ao falar sobre Bitcoin e Dogecoin

Por fim, embora Elon Musk entenda de foguetes, sua percepção sobre criptomoedas, de forma técnica e monetária, ainda parece rasa, mesmo após o aporte bilionário de uma de suas empresas.

Eleito como a Pessoa do Ano pela Time, o bilionário Elon Musk conversou sobre criptomoedas com a revista nesta segunda-feira (13). Apaixonado pela Dogecoin (DOGE) e Bitcoin (BTC), Musk fez distinções entre as duas criptomoedas, afirmando que suas características diferentes fazem com que elas também tenham usos diferentes.

Seu principal argumento é que as pessoas são mais dispostas a gastar uma moeda inflacionária e acumular outra com uma oferta máxima. Seu erro é não considerar que as pessoas podem recomprar ou trabalhar para ganhar mais bitcoins, ou seja, empurrar mais uma moeda ruim como o dólar não faz nenhum sentido.

Indo além, sua opinião parece ser enviesada pelas escolhas de seus funcionários. Embora seja o homem mais rico do mundo, Musk parece querer inflar o preço da Doge de propósito para fazer uma média com seus empregados.

Bitcoin é reserva de valor, Doge é moeda

Criada quatro anos após o Bitcoin, a Dogecoin (DOGE) nasceu como uma piada e acabou ganhando proporções gigantes com um atual valor de mercado de 142 bilhões de reais. Provavelmente a piada mais cara da história.

Suas diferenças em relação ao Bitcoin são técnicas e monetárias. Enquanto o Bitcoin possui uma oferta máxima de 21 milhões de unidades, a Doge sequer tem alguma e hoje já existem 132 bilhões de moedas em circulação. Outro ponto é o intervalo médio entre blocos, de um minuto, ou seja, uma diferença de dez vezes em relação ao BTC.

Desta forma, a Doge foi usada por muitos anos por quem precisava mover montantes entre exchanges, já que suas taxas eram mais baixas e o tempo de espera era menor. Anos depois, até mesmo o homem mais rico do mundo apoia esta moeda.

“O Bitcoin é um exemplo óbvio, o motor principal disso, mas o volume de transações do Bitcoin é baixo, e o custo por transação é alto, ele é, em seu nível básico, adequado para trocas, uma reserva de valor, mas fundamentalmente o Bitcoin não é um bom substituto como moeda. Mesmo criada como uma piada, a Dogecoin é melhor para estas transações…”, afirmou Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX

No vídeo acima, Musk explica seu envolvimento com o mundo das finanças com a criação do PayPal e afirma que o volume de compras — de bens e serviços — com BTC é pequeno, devido ao custo das transações. Apesar disso, o bilionário afirma que o BTC é uma boa reserva de valor.

Opinião enviesada

Embora a Tesla possua Bitcoin em seu caixa, um total de 42.902 unidades (R$ 11,4 bi), Elon Musk já revelou os motivos de apoiar a Dogecoin, afirmando que ela é a moeda do povo após constatar que boa parte de seus empregados possuem a Doge.

Dito isto, é importante notar que as transações do Bitcoin estão custando cerca de 60 centavos atualmente, além disso soluções como a Lightning Network reduzem ainda mais este gasto, bem como o tempo de espera de confirmação.

Também em defesa à Doge, Musk comenta que as pessoas são mais suscetíveis a gastá-la devido a sua inflação — impressão de novas moedas — maior do que a do Bitcoin. Este é outro argumento fraco, visto que as pessoas poderiam estar comprando BTC com DOGEs, ao invés de gastá-las, caso acreditem que o preço do Bitcoin vá subir.

Por fim, embora Elon Musk entenda de foguetes, sua percepção sobre criptomoedas, de forma técnica e monetária, ainda parece rasa, mesmo após o aporte bilionário de uma de suas empresas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias