Desenvolvedor do Ethereum detona criptomoeda do criador do ChatGPT

Uma das principais críticas ao projeto está relacionada a privacidade de seus usuários.

Um ex-desenvolvedor do Ethereum, Hudson Jameson, está preocupado com a WorldCoin. Segundo ele, os planos da equipe por trás desta criptomoeda são “irrealista e assustadores”. Criada por Sam Altman, CEO da OpenAI, empresa-mãe do ChatGPT, a Worldcoin é motivo de polêmicas desde seu anúncio.

Em suma, o projeto promete doar sua criptomoeda, a Worldcoin, para todos os que tiverem seus olhos escaneados por seus orbes. Em outubro de 2021, 130 mil pessoas haviam topado a troca. Hoje, menos de dois anos depois, este número está em 1,7 milhão, um crescimento notável.

Número de pessoas que tiveram seus olhos escaneados pela Worldcoin. Fonte: Reprodução.
Número de pessoas que tiveram seus olhos escaneados pela Worldcoin. Fonte: Reprodução.

Uma das principais críticas ao projeto está relacionada a privacidade de seus usuários. Afinal suas retinas estarão em um banco de dados e poderão ser usadas para fins obscuros no futuro.

Worldcoin preocupa ex-desenvolvedor do Ethereum

Para justificar o escaneamento de olhos humanos, a Worldcoin afirma que esta é uma maneira de distribuir a criptomoeda igualmente entre todos. No entanto, além das preocupações sobre privacidade, novas críticas estão surgindo.

Para Hudson Jameson, ex-desenvolvedor do Ethereum, tal conta não fecha. Afinal, uma parte significativa dos fundos irá para a equipe do projeto.

“Além da tecnologia e o orbe, os planos da equipe da WorldCoin são irrealistas e assustadores.”

Seguindo, Jameson destaca que não encontrou nenhum plano da Worldcoin para “lidar com as enormes questões socioeconômicas que variam de região para região”, tampouco uma equipe de especialistas neste campo.

“O tokennomics da Worldcoin também é suspeito, já que apenas 80% das moedas vão para o público, com 10% indo para investidores e 10% para a equipe”, comentou Jameson no Twitter. “Como isso vai criar uma moeda mundial justa? Existe alguma análise deles sobre a prevenção de lacunas de riqueza em certas áreas?”

“Não vejo sucesso para a WorldCoin.”

Lançamento justo também não é sinal de igualidade

A ideia de distribuir um número igual de moedas para cada pessoa pode parecer ótima em um primeiro momento. No entanto, muitas delas venderão suas Worldcoins logo após recebê-las. Por outro lado, outras pessoas devem acumular mais, seja comprando ou recebendo em vendas de produtos/serviços.

Ou seja, o sonho de igualidade acabará assim que a Worldcoin entrar no mercado. Alguns já até tentaram iniciar essa acumulação, mas acabaram comprando a criptomoeda errada. Afinal, a Worldcoin criada pelo CEO da OpenAI ainda não está sendo negociada e é comumente confundida com outra homônima.

Por fim, o ex-desenvolvedor do Ethereum também classificou a Worldcoin como “uma tecnologia legal”, mas que está “ignorando os fatores para resolver o problema” que prometem erradicar.

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias