“Faraó dos Bitcoins” publica carta aberta dizendo que está sofrendo na prisão

Alega que gostaria de estar pagando seus clientes.

GAS Consultoria Bitcoin publica carta aos clientes
GAS Consultoria Bitcoin publica carta aos clientes /Reprodução

O “Faraó dos Bitcoins”, Glaidson Acácio dos Santos, pediu que sua equipe de defesa publicasse nesta quarta-feira (8) uma carta que teria sido supostamente escrita por ele. No conteúdo do material, ele diz estar de coração quebrado após mais de três meses desde que os pagamentos dos clientes foram suspensos aos clientes.

A empresa é apontada como um esquema de pirâmide financeira e Glaidson é apontado com um dos principais líderes, ao lado de sua esposa, a foragida venezuelana Mirelis Zerpa. Juntos, ele captou investimentos de clientes pelo Brasil com a promessa de rendimento de 10% ao mês.

Para justificar essa alta rentabilidade, eles diziam aos clientes que tinham equipes de traders experientes no mercado. Operando com sede em Cabo Frio, a empresa acabou sendo alvo das autoridades brasileiras, que prenderam o auto proclamado “Faraó dos Bitcoins” em sua residência de luxo no Rio de Janeiro, durante a Operação Kryptos.

Desde agosto então, os rendimentos para clientes começaram a atrasar, com muitos deles pedindo na justiça a quebra contratual e arresto de valores em contas bloqueadas pela justiça e que pertencem à empresa. Com suspeitas de movimentar R$ 38 bilhões, a GAS pode ser uma das maiores pirâmides já criadas no Brasil com a imagem do Bitcoin.

Faraó dos Bitcoins diz em carta que pessoas tentam lhe extorquir na prisão

Na carta supostamente escrita por Glaidson, após 100 dias de sua prisão, ele diz aos seus clientes que nunca imaginou essa situação antes. Em sua declaração, o Faraó dos Bitcoins escreveu que gostaria de estar pagando os clientes.

Afirmando estar em um ambiente prisional de tortura psicológica, pessoas que o visitaram tentaram realizar até extorsões e vender ilusões para que fosse liberado.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que a GAS Consultoria tenta culpar a justiça pelos problemas de saques da empresa.

Além disso, Glaidson ainda declarou que as criptomoedas são um mercado promissor, do qual ele sempre acreditou e defendeu. Apesar disso, ele supostamente realizada a custódia de valores para seus clientes, o que é totalmente contra o projeto do criador do Bitcoin, que elimina intermediários.

Carta aberta de Glaidson dos Santos, o Faraó dos Bitcoins líder da GAS Consultoria
Trecho Inicial da carta aberta de Glaidson dos Santos, o Faraó dos Bitcoins líder da GAS Consultoria /Reprodução

“Injustiçado pelo sistema”

O “Faraó dos Bitcoins” ainda tenta se colocar como um herói a entrar para a história, como outros que já foram perseguidos antes. Recentemente, ele chegou a pedir que clientes o chamassem “Moisés do Bitcoin”, uma tentativa de criar uma narrativa religiosa e comovente a quem nele acreditou.

“A história está aí para comprovar que muitos homens foram perseguidos e condenados exatamente por trazerem ideias revolucionárias, inovadoras e, principalmente, por confrontarem o sistema de suas épocas, mas que trouxeram liberdade ao povo e uma chance de uma vida diferente a todas as pessoas”.

Na carta de Glaidson, o Faraó declara ainda confiar na justiça e em seus advogados, dizendo que nunca pretendeu fugir, ao contrário de sua esposa que nunca mais foi encontrada.

Citando em várias passagens ser de raça negra, Glaidson ainda tentou dizer que pode estar sendo alvo da justiça por conta de sua origem humilde e etnia.

Por fim, o Faraó declarou que espera que não falte alimento da mesa das pessoas que acreditaram nele, essas das quais confiaram ser possível ganhar dinheiro fácil em um mercado totalmente volátil e com uma empresa nem um pouco transparente sobre suas operações.

A carta pode ser lida na íntegra em um vídeo divulgado pela empresa em seu canal pelo YouTube.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias