Governadora americana recebe ameaça de morte em carta exigindo R$ 10 milhões em Bitcoin

A notícia surgiu dias depois que apoiadores do presidente Donald Trump invadiram o Capitólio dos Estados Unidos

Siga no
Gretchen Whitmer. Imagem: Wikimedia
Gretchen Whitmer. Imagem: Wikimedia

A governadora do estado de Michigan, nos Estados Unidos, recebeu uma carta com ameaças de morte e um pedido de cerca de US $ 2 milhões em Bitcoin para que “tenha a vida preservada”.

Além da governadora Gretchen Whitmer, os remetentes da carta também ameaçaram os funcionários públicos do estado.

De acordo com o site Detroit Free Press a carta exige que a governadora transfira cerca de US $ 2 milhões (aproximadamente R$ 10.8 milhões) em Bitcoin até o dia 25 de janeiro, caso contrário, os funcionários do estado “morrerão”.

As autoridades sinalizaram que a ameaça é apenas um esquema de extorsão e se recusaram a divulgar detalhes da carta.

“A Polícia do Estado de Michigan leva muito a sério qualquer ameaça feita contra funcionários ou outros”, disse uma porta-voz da polícia estadual em um comunicado.

“Ao sermos notificados desta carta pelo Escritório Executivo em meados de dezembro, nós a examinamos. Parte dessa revisão incluiu consultoria com o Michigan Intelligence Operations Center. Em última análise, determinou-se que não era uma ameaça confiável.”

Apesar disso, a notícia surgiu dias depois que apoiadores do presidente Donald Trump invadiram o Capitólio dos Estados Unidos na quarta-feira (6), e meses depois que o FBI frustrou um suposto plano para sequestrar e matar a governadora.

Hackers e golpistas estão cada vez mais confiando em criptomoedas, especialmente o Bitcoin, para ameaçar pessoas em todo mundo. Isso, devido ao anonimato que a criptomoeda pode proporcionar.

Nos últimos meses uma onda crescente de ameaças surgiram em todo mundo, com a maioria se revelando apenas um golpe de extorsão.

Em dezembro golpistas ameaçaram explodir a loja de um empresário russo se ele não pagasse uma quantia em Bitcoin.

Diversas pessoas no Canadá receberam cartas com um pó branco e ameaças de morte por envenenamento caso não pagassem também um quantia em Bitcoin.

Várias pessoas ao redor do mundo têm sofrido com extorsões onde os golpistas garantem que filmaram a vítima em um momento intimo e prometem vazar o suposto vídeo caso um valor em Bitcoin não seja pago.

Os golpistas agora parecem estar ficando mais audaciosos e estão tentando extorquir as autoridades.

Apesar de a polícia afirmar que se trata de um simples golpes de extorsão, as pessoas devem se manter vigilantes o tempo todo, já que nunca se sabe se um golpista vai fazer o que prometeu.

Na índia, por exemplo, um menino de apenas 8 anos foi sequestrado por golpistas que exigiam um resgate em Bitcoin, antes disso os criminosos ameaçaram o pai da criança

Felizmente, a polícia conseguiu resgatar o menino e prender os sequestradores.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
CVM versus Coinbene corretora no Brasil

Corretora de criptomoedas anuncia fim de atividades no Brasil

A corretora global de criptomoedas Coinbene anunciou nesta segunda-feira (18) o fim de suas atividades no Brasil, devido a razões políticas "conhecidas". Está é segunda...
Martelo da Justiça e Bitcoin em destaque

Safra pede bloqueio de criptos em corretoras para cobrar dívida de posto de gasolina

O Banco Safra poderá pedir o bloqueio de criptomoedas em corretoras em um caso que envolve uma rede de postos em São Paulo que...

Primeiro ETF de Bitcoin nos EUA estreia nesta terça-feira

Embora muitos apontassem que o ETF da Valkyrie seria o primeiro a ser aprovado, a ProShares saiu na frente desta largada. Segundo a empresa,...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias