Líderes da Unick falam em fraude de R$ 2 bilhões e dizem que Leidimar é o “maior do mundo” em movimentações de BTCs

A live termina com uma lista de mensagens de outros "líderes diamante” da empresa garantindo que estão “dando o melhor” e que confiam na empresa.

-

Siga no
Unick Forex recebeu mais de 11 mil reclamações
Anúncio

Em uma live transmitida via YouTube no dia de ontem (domingo, 22/9), líderes da Unick Forex debateram a crise atual da empresa, falaram da fraude de “mais de R$ 2 bilhões” e disseram que Leidimar Lopes, presidente da Unick, é o maior nome em movimentação de bitcoins no mundo.

A live foi transmitida pelo canal Rangel Andrades, que conta com 41,7 mil inscritos e envolveu depoimentos de mais de 20 líderes da empresa. O próprio Andrades é um dos “líderes diamante” da Unick e foi responsável pelas principais informações repassadas.

No geral, o vídeo foi uma forma de os líderes buscarem retomar a confiança dos investidores da Unick, que tem sido abalada nos últimos meses por uma série de notícias ruins.

Estouro da boiada

Anúncio

Em 15 de agosto, surgiu um rumor de que a empresa teria sofrido fraude, perdendo R$ 1,6 bilhão (agora se fala em R$ 2 bi). Com isso, teria sido obrigada a restartar suas atividades e zerar seus programas de indicação e binários. Na ocasião, a empresa não confirmou as informações.

A denúncia veio no bojo de um forte aumento das reclamações contra a empresa em grupos na web e no site Reclame Aqui. As reclamações continuaram e chegaram a mais de 11 mil agora em setembro. Houve inclusive o caso de um investidor que ameaçou tirar a própria vida por não receber da empresa.

Também neste mês, no dia 5 de setembro, vieram a público mais informações indicando que o processo contra a Unick está avançando na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), com indícios de que a empresa seja uma pirâmide financeira.

A reportagem de Livecoins vem acompanhando há bastante tempo a atuação da Unick Forex e chegou a realizar uma reportagem bem completa, analisando como a empresa funciona. Confira no link “CVM intima Unick Forex e dá 45 dias para empresa se defender por atuação irregular no Brasil”.

“Respostas do Leidimar”

O grosso da live foi usado para que Andrade apresentasse as respostas da Unick Forex quanto aos problemas que os investidores da empresa vêm passando. Segundo Andrade, as respostas foram obtidas na última quinta, dia 19, em reunião na sede da Unick, junto com o presidente e diversos líderes da empresa, e em uma reunião particular no dia seguinte.

Entre os problemas enfrentados pelos usuários estariam “cashbacks” (nome dado aos pagamentos feitos pela Unick aos investidores) em valores errados, erros no relógio do sistema e problemas com a realização de transferências, tando de TEDs como de pagamentos em bitcoins.

Segundo Andrade, os problemas vêm acontecendo por dois motivos: o primeiro é que o sistema todo da Unick possui um script malicioso, que não pôde ser ainda localizado e que sempre retorna, mesmo após as atualizações e correções, causando uma série de erros.

“Há um script rodando contra a Unick. É um pequeno script que eles não conseguem achar e que, quando eles fazem uma atualização, o script bagunça tudo”, afirma Andrade.

O outro motivo, como veremos logo mais, é o suposto golpe “de mais de R$ 2 bilhões”.

Segundo Andrade, houve uma grande saída de investidores da Unick por causa dos problemas. Ele, entretanto, disse que isso não vai quebrar a empresa e que o presidente da Unick se manteve no Brasil e está empenhado em pagar a todos os que saíram e em recolocar a empresa nos eixos.

A promessa feita por Leidimar, segundo Andrade, é que em 25 dias a partir do dia 19 (dia da reunião), haverá um novo sistema da Unick Forex rodando, sem nenhum dos erros atuais. Além disso, o sistema deverá ser implementado de maneira paralela, fazendo com que não haja necessidade de parar o funcionamento para realizar a migração.

Além do novo sistema, segundo Andrade, os programadores teriam conseguido resolver alguns dos erros do atual sistema e que essas alterações já entrariam no ar nesta segunda-feira (23/9). Ele não explica como conseguiram consertar, já que o tal script, em tese, “bagunça tudo” após cada conserto.

Mais de 2.500 criminosos

Andrade também falou sobre o suposto golpe sofrido pela empresa. Segundo ele, a Unick identificou desvio de capital, com ativações indevidas e pessoas usando comprovantes falsos e hashs duplicadas:

“Acabou ocasionando aí uma fuga de capital grande, mais de R$ 2 bilhões, isso aí não é segredo pra ninguém, todo mundo sabe disso, então a empresa se viu em uma situação onde ela precisou montar um plano de ação, para ela conseguir manter a garantia de devolver, né?, 100% pra quem não queria mais ficar no negócio”.

Segundo Andrade, para fazer esses pagamentos e continuar trabalhando “e gerando renda aí para muitas famílias”, a empresa precisou fazer uma reestruturação e montar um “plano de ação” para continuar.

Segundo Andrade, a empresa contou com a ajuda da Polícia Federal e identificou mais de 2.500 pessoas que teriam fraudado a Unick:

“O que está acontecendo hoje não é culpa da Unick, é culpa de pessoas mal-intencionadas, pilantras, que fizeram com que a empresa chegasse nesse momento agora”.

Andrade disse ainda que quem cometeu os atos contra a Unick vai pagar:

“Então se você fez isso, é importante saber que o seu nome agora está na Federal e você vai praticamente estar encerrando a sua carreira de marketing multinível”.

Outro “rei do Bitcoin”

Além de fazer propaganda da moeda Cripto Quadra (CQDX), recém-criada pela Unick, Andrade afirmou que o presidente da empresa, Leidimar Lopes, é o número 1 em negociação de BTC no mundo. “As exchanges, quando vão fazer venda em volume, consultam primeiro ele!”, afirma o líder diamante.

A live termina com uma lista de mensagens de outros “líderes diamante” da empresa garantindo que estão “dando o melhor” e garantindo que confiam na empresa.

Vídeo abaixo:

43:30 – Explicações sobre fraude

55:00 – “Leidmar é o maior do mundo”

https://youtu.be/VHaBrWunxHA

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Avatar
Sui Teixeira
Sui Teixeira é jornalista desde 2001, formada pela USP. Trabalha ainda como produtora de jingles, é programadora amadora e entusiasta de ciência e tecnologia.
Ministério da Justiça - Palácio

Ministério da Justiça promove a blockchain no setor público

Na próxima segunda-feira (21), o Brasil acompanha um webinário importante sobre tecnologia. Promovido pelo Ministério da Justiça, a tecnologia blockchain aplicada ao setor público...
Moeda digital Bitcoin em destaque com fundo preto

MPF destaca evento sobre Bitcoin feito pela Interpol

Autoridades de todo o mundo buscam entender mais sobre as criptomoedas e o Bitcoin. Em um evento na próxima semana, feito com apoio da...
Carvão e tecnologia blockchain

Minas Gerais lança projeto blockchain para controle de carvão

O carvão é considerado um dos principais recursos naturais para obtenção de energia no mundo. Dessa forma, um dos estados que o produz no...

Últimas notícias

MPF destaca evento sobre Bitcoin feito pela Interpol

Autoridades de todo o mundo buscam entender mais sobre as criptomoedas e o Bitcoin. Em um evento na próxima semana, feito com apoio da...

Minas Gerais lança projeto blockchain para controle de carvão

O carvão é considerado um dos principais recursos naturais para obtenção de energia no mundo. Dessa forma, um dos estados que o produz no...

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...