Maior detentor institucional de bitcoin aponta cinco culpados pela queda e pede regulamentação

O terceiro culpado da queda do bitcoin seriam os milhares de tokens nos quais os investidores não possuem nenhuma cobertura legal e seus criadores podem fazer o que bem desejam.

Michael Saylor, fundador da MicroStrategy, em conversa com NorthmanTrader. Fonte: YouTube/Reprodução.
Michael Saylor, fundador da MicroStrategy, em conversa com NorthmanTrader. Fonte: YouTube/Reprodução.

Para Michael Saylor, fundador da MicroStrategy, a falta de regulamentação no setor de criptomoedas é a principal razão da alta volatilidade do Bitcoin. Sua fala ocorreu no último sábado (18) durante conversa com Sven Henrich.

Usando o mercado acionista como comparação, o bilionário afirma que as ações da Apple seriam muito mais voláteis caso não fossem protegidas por regras tão rígidas. Além disso, aproveitou para criticar empresas como Celsius e Three Arrows Capital (3AC).

Os comentários de Saylor acontecem após sua empresa estar com US$ 1 bilhão em perdas não realizadas com a queda do Bitcoin para a região os US$ 20.000. Portanto, parece que o bilionário não estava tão interessado neste assunto anteriormente, quando o bitcoin registrava novos picos de alta.

Michael Saylor aponta motivos que fizeram o Bitcoin cair

Embora acredite fielmente que o Bitcoin seja o melhor ativo do mundo, inclusive melhor que o ouro, Michael Saylor não está feliz com a falta de regulamentação do mercado. Citando o “desfile dos horríveis”, o bilionário apontou os motivos que derrubaram o Bitcoin.

Falta de regulamentação

O primeiro deles seria a falta de uma regulamentação contra wash trading, onde volumes falsos são criados, o que pode levar a volatilidade dos mercados conforme traders podem vender suas posições para recomprar por um preço menor.

“Você pode fazer wash trade no Bitcoin e não existe regras sobre isso. Isso induz à volatilidade […] isso poderia ser corrigido pelo Congresso.”

Seguindo, cita que isso só é possível devido ao grande número de exchanges que não são registradas, ou seja, que não estão cumprindo nenhum dever legal.

“As exchanges de criptomoedas offshore e onshore não são registradas ou regulamentadas e oferecem alavancagem de 20x […] às vezes eles criam um mercado, em alguns casos, eles possuem alguns desses tokens, eles decidem unilateralmente quando listá-los, há vazamento de informações.”

Michael Saylor compara Bitcoin à Apple

Para Michael Saylor, o segundo motivo para a queda do Bitcoin também está ligado a falta de regulamentação do setor. Afinal além de wash trading, elas também fornecem opções de alavancagem gigantes aos seus clientes.

“Se você tivesse 20x de alavancagem negociando em ações da Apple sem regras de wash trading. a Apple seria muito mais volátil. Então as exchanges de criptomoedas não regulamentadas são o segundo motivo.”

https://youtu.be/ckl08Rtq9zA

Tokens são títulos mobiliários, não registrados

o terceiro motivo da queda do Bitcoin seriam os milhares de tokens nos quais os investidores não possuem nenhuma cobertura legal e seus criadores podem fazer o que bem desejam.

“O terceiro [motivo] são os tokens, são 19.000 títulos não registrados. Se você olhar para os 25 maiores por valor de mercado, todos são títulos.”

Explicando a ligação entre o Bitcoin e estes tokens, o bilionário cita o caso da Terra (LUNA), possivelmente o principal responsável pela queda do mercado após o despejo de 80.000 bitcoins.

“Todos possuem garantia cruzada com o Bitcoin. Quando a LUNA disparou para o céu eles compraram BTC e quando estavam quebrando, então venderam BTC.”

Fundos de hedge não registrados e ignorância

Por fim, além da LUNA, Saylor também cita a quebra de empresas como Celsius e Three Arrows Capital (3AC) teve grande impacto na recente queda do Bitcoin.

“LUNA era um, mas Celsius, há uma lista inteira, Three Arrows Capital está quebrando,” comenta Michael Saylor. “Em alguns casos você pega os depósitos de dois milhões de pessoas e depois aposta em um protocolo DeFi. Então eles são bancos não regulamentados.”

“É um risco para o Bitcoin. Você tem bancos selvagens que estão evaporando, então a quinta responsabilidade é a ignorância.”

Sendo assim, Saylor acredita que uma maior regulamentação sobre o setor de criptomoedas seria o suficiente para resolver os problemas de volatilidade do Bitcoin.

Entretanto, é curioso que o bilionário não tenha reclamado destes fatores quando o bitcoin atingia topos históricos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias