Na mira da SEC, fundador da Cardano ataca o Bitcoin

Adam Back, criador do Hashcash e tido como Satoshi Nakamoto por alguns, respondeu à dúvida de Hoskinson. Em suma, o desenvolvedor apontou para todos os pontos que já foram citados pela SEC durante essas classificações.

Charles Hoskinson, fundador da criptomoeda Cardano (ADA), voltou a criticar o Bitcoin no último domingo (26). Em live no Twitter, o desenvolvedor mostrou-se irritado com a decisão da SEC em classificar seu projeto como um valor mobiliário.

A primeira menção pela SEC à Cardano aconteceu ainda em junho deste ano, após a Comissão processar a corretora Binance. Um dia depois, a Cardano apareceu novamente como uma security em processo da SEC contra a Coinbase. Na semana passada, a Cardano foi citada mais uma vez, agora em processo da SEC contra a Kraken.

“Então eles dizem que [a Cardano] é um valor mobiliário. Ok, mas que inferno isso significa se ela é descentralizada?”, questionou Hoskinson em sua live.

Pioneiro do Bitcoin compra briga com fundador da Cardano

Seguindo seus comentários, Charles Hoskinson pergunta a seus seguidores qual é a diferença entre o Bitcoin e a Cardano. Afinal, o primeiro foi classificado como uma commodity pela SEC, ao contrário de tantas outras criptomoedas.

“Me explique a diferença entre Ethereum, Bitcoin e Cardano, e o resto dos projetos. Me explique como se eu tivesse 5 anos. Faça o maldito teste de Howey neles. Mostre-me a diferença entre os dois.”

Adam Back, criador do Hashcash e tido como Satoshi Nakamoto por alguns, respondeu à dúvida de Hoskinson. Em suma, o desenvolvedor apontou para todos os pontos que já foram citados pela SEC durante essas classificações.

“É muito simples: o Bitcoin não fez uma ICO, a maioria das pessoas pensou que não tinha valor, foi minerado do zero, é descentralizado, não há CEO, “fundação” financiada por um baú da ICO, incorporação, etc. Então a Cardano, Ethereum e outras claramente se enquadra no teste de Howey, já o Bitcoin é uma commodity”, comentou Back.

A discussão seguiu por diversos tuítes, com Hoskinson argumentando que a Cardano realizou um airdrop, e não uma ICO (oferta inicial de moedas). Back continuou seu ataque, citando pontos como pré-mineração e expectativa de retorno por parte da equipe da Cardano.

Charles Hoskinson diz que mineração do Bitcoin é centralizada

Ainda no mesmo vídeo, Charles Hoskinson diz que existem diversos pontos de vista para analisar criptomoedas. Em seu comentário, o fundador da Cardano compara a pressão da SEC contra algumas criptomoedas com as guerras do Vietnã, Afeganistão, Iraque, o assassinato de John F. Kennedy e outras questões sensíveis na história dos EUA.

“Com cerca de 3 entidades, você consegue realizar um ataque de 51% no Bitcoin, porque é assim que o poder de hash funciona, mas é descentralizado, aparentemente, e a ‘equipe laranja’ consegue um passe livre”, comentou Hoskinson. “É uma piada absolutamente patética. Seria engraçado se não tivessem centenas de milhões de dólares estão sendo gastas em taxas legais.”

No momento da redação deste artigo, a Cardano (ADA) possui um valor de mercado de US$ 13,5 bilhões e é a 8ª maior criptomoeda do mercado. Embora a Ripple (XRP) tenha vencido a SEC nos tribunais americanos, dando esperança à Cardano, é possível que seu preço sejo afetado negativamente por um processo judicial.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias