Para onde vai o Bitcoin?

O Bitcoin vai prosperar independente de regulações ou proibições. Doa a quem doer.

Siga no

O Bitcoin chegou no mainstream, de novo, mas desta vez é diferente, com grandes sites de olho no próximo grande empresário ou empresa a anunciar um serviço ou compra relacionado a criptomoedas.

É interessante ver isso agora já que há anos nós esperávamos que este dia chegaria. Estamos testemunhando uma transformação global nas finanças que ainda está em seu estágio inicial, uma transformação que, de certa forma, vai além das especulações mais selvagens.

O preço do Bitcoin parece tranquilo. Está tranquilo após um ano intenso de volatilidade, com os “criptonianos” vendo uma das piores quedas em março e já em novembro a moeda batendo recorde histórico de preços.

É como se o Bitcoin estivesse sem saber para onde ir e refletindo um pouco. “Estamos mesmo fazendo isso?” O que os críticos da moeda digital estão pensando?

O mais recente relatório do Conselho de Supervisão da Estabilidade Financeira (FSOC), que inclui o Tesouro dos EUA, disse:

“A inovação financeira pode oferecer benefícios substanciais aos consumidores e empresas, atendendo às necessidades não cumpridas ou emergentes ou reduzindo custos, mas também pode criar novos riscos e vulnerabilidades.

Por exemplo, houve um aumento no número e tipo de ativos digitais com muitos aumentando de valor.

Assim como os ativos tradicionais, os ativos digitais também podem estar sujeitos a riscos operacionais e de contraparte que podem ser disruptivos para os usuários e para o ecossistema de ativos digitais como um todo.

Todo mundo quer fazer parte

A Paxos (plataforma cripto) agora quer ser um banco. O banco britânico Standard Chartered Bank quer lançar um serviço de negociação cripto. Um banco alemão, Bankhaus von der Heydt (BVDH), deve emitir uma moeda estável em euros. Um banco canadense lançou um fundo de bitcoin e ethereum.

O banco líder da Austrália, Gallantree, está negociando bitcoins, comprando e vendendo para empresas, enquanto um dos maiores bancos da Ásia está fazendo isso para investidores institucionais.

O maior banco dos EUA, JP Morgan, concluiu uma transação baseada em blockchain ao vivo com o sistema que deverá entrar em operação no próximo ano, enquanto outro banco em Berlim listou o primeiro fundo de índice de criptomoedas nos mercados de OTC.

Um diretor da Twitch, plataforma de stream da gigante Amazon, investiu 25% da sua economia em bitcoin, e uma das maiores seguradoras dos EUA, a MassMutual, comprou $ 100 milhões em Bitcoin. A MicroStrategy, a líder em investimento institucional anunciou que vai comprar mais $ 650 milhões da moeda digital.

Você já entendeu?

Estamos em um ponto de inflexão do Bitcoin no mainstream como um ativo de reserva de valor. Ele só começou, mas a velocidade é assustadora e ninguém quer ser deixado para trás.

Depois de criticar a moeda digital no passado alguns estão torcendo o nariz. O mercado cripto agora é um financiamento high-end. Sofisticado, totalmente legal, e até luxuoso.

O Bitcoin desafia todo sistema de economia global. Ele nem sequer diz como as coisas devem ser feitas, ele apenas faz suas próprias coisas e outros olham esse dinheiro digital.

Novas Finanças, nova regulação

“O Tesouro dos EUA está trabalhando para uma nova criação de regras que efetivamente tentaria ‘tapar um buraco’ restringindo significativamente como os intermediários financeiros podem interagir com redes públicas de blockchain, através das chamadas carteiras não incorporadas ou auto-hospedadas…

Os tipos de abordagens que ouvi que estão sendo discutidas seriam levar uma marreta a um problema que precisa de ferramentas de precisão e poderia reduzir materialmente o potencial muito mais significativo para blockchains públicos para transformar muitas indústrias.”

Foi isso que disse Jeremy Allaire da plataforma Circle em uma carta ao Tesouro dos EUA. Ele parece estar em pânico. No entanto, há pouca razão para pensar que este mercado pode crescer mais sem algum tipo de regulação de entidades intermediárias como a Circle ou Coinbase.

Você obviamente não pode regular o protocolo em si, ou carteiras que não são diferentes do código Bitcoin de código aberto. No entanto, você pode regular potencialmente quanta informação você recebe de intermediários compatíveis, como nas corretoras e outras empresas cripto, ou seja, a quantidade de vigilância que você aplica onde puder.

As regulações propostas são apenas rumores, por isso não podemos julgar, mas parecem bastante improváveis de afetar a grande maioria dos “criptonianos” que já são a prova de AML e KYC.

Tentar banir o Bitcoin deixará ele mais forte

A aprovação de qualquer regulamentação pesada é só mais uma indicação da erosão da liberdade, e assim o Bitcoin ficaria ainda mais atraente e valioso.

Isso ocorre porque o bitcoin está em muitos caminhos da classe média, e a classe média em geral cumpre as leis, obedece às regras, então não há nada que qualquer lei possa fazer a eles.

Qualquer regulação de fato seria boa para o bitcoin porque então seria regulamentada, teria o carimbo do Tesouro, e assim a classe média pode continuar a desfrutar de seu próprio sistema financeiro, pois vê os salários estagnados em termos reais desde os anos 70 no outro sistema.

Além disso, o envolvimento de bancos altamente regulamentados levaria naturalmente a algumas considerações sobre se as regulamentações cripto seriam necessárias, pois essas são coisas muito novas entrando no sistema financeiro.

Assim, temos esses dois mundos onde os investidores institucionais estão entrando neste novo mercado de rápido crescimento enquanto os burocratas se perguntam o que podem ou devem fazer sobre isso.

E então você tem o exemplo da China onde o bitcoin foi banido há seis anos e está prosperando do mesmo jeito, provando para o mundo todo que não é possível acabar com a moeda digital.

Essa trajetória tem sido assim com o bitcoin desde o início. Céticos de um lado, e os bitcoiners do outro, com o último aumentando a quantidade de bitcoins no bolso a cada halving.

Assim como esses debates com os reguladores vêm acontecendo há anos, e geralmente eles são um sinal de que o bitcoin está pronto para crescer mais.

Até porque é a primeira vez em séculos que uma nova classe de ativos foi criada pela revolução digital, pelo povo, uma classe de ativos que agora está sendo integrada em finanças mais amplas.

O bitcoin vai prosperar, doa a quem doer.

Leia mais sobre:
TrustNodes
TrustNodeshttps://trustnodes.com
News on all things Blockchain, Ethereum, IoT, Fintech and Bitcoin.
Agenda de Davos em 2021, o Fórum Econômico Mundial, conta com duas palestras sobre criptomoedas

Fórum Econômico Mundial terá duas palestras sobre criptomoedas

Com duas palestras sobre criptomoedas de bancos centrais nos próximos dias, o Fórum Econômico Mundial começa neste domingo (24). Em 2021, o Fórum de...
Filme sobre Bitcoin na Prime Video Cryptopia Bitcoin, Blockchains

Filme sobre Bitcoin na Amazon Prime ganha legenda em português

Mais uma opção de aprendizado sobre Bitcoin está disponível na Amazon Prime Video. Com legendas em português, o filme documentário lançado em 2020 é...

Apresentador aconselha ganhador de loteria a investir 5% em Bitcoin, $ 731 milhões

O apresentador do Mad Money, da CNBC, Jim Kramer, ofereceu sua estratégia de investimento ao vencedor da loteria dos Estados Unidos. O sortudo ganhou...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Filme sobre Bitcoin na Amazon Prime ganha legenda em português

Mais uma opção de aprendizado sobre Bitcoin está disponível na Amazon Prime Video. Com legendas em português, o filme documentário lançado em 2020 é...

Apresentador aconselha ganhador de loteria a investir 5% em Bitcoin, $ 731 milhões

O apresentador do Mad Money, da CNBC, Jim Kramer, ofereceu sua estratégia de investimento ao vencedor da loteria dos Estados Unidos. O sortudo ganhou...

Chainlink bate recorde histórico de preço e supera Litecoin

A criptomoeda Chainlink (LINK) bateu um novo recorde de preço e passou a ser negociada acima dos 25 dólares (R$ 130), isso fez a...

Bancos fecham contas de Trump com milhões de dólares

Quatro bancos cortaram relações com o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e fecharam suas contas. O Bank United, onde Trump tinha entre US...

Desligamento de mineradoras no Irã não afeta hashrate do Bitcoin

O hashrate do Bitcoin parece não ter sido perturbado, mesmo com notícias do Irã apreendendo 47 mil equipamentos de mineração e fechando fazendas por...