Preso por dar golpe bilionário com bitcoins tem liberdade negada e apela para Trump

Um dos líderes do esquema criminoso chegou a chamar os investidores de "burros e idiotas".

-

Siga no
Jobadiah Weeks, um dos fundadores da BitClub. Reprodução/YouTube
Anúncio

Jobadiah Weeks, preso pela Justiça dos Estados Unidos por envolvimento em uma pirâmide financeira associada a criptomoedas, pediu para sair da penitenciária por causa da pandemia do coronavírus.

O pedido foi negado e ele recorreu ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, à Suprema Corte do país e a senadores. A informação é do site norte-americano BehindMLM.

Weeks era um dos responsáveis pela BitClub, golpe que atraia investidores por meio de promessas de rendimentos estratosféricos. O prejuízo causado às vítimas foi de cerca de US$ 722 milhões (R$ 3,7 bilhões).

Criminoso diz que não é possível fazer isolamento social na cadeia

Anúncio

De acordo com o site norte-americano, Weeks e outros 24 detentos enviaram uma carta às autoridades do país explicando que a vida deles estaria “em perigo iminente com o vírus”.

Eles estão presos na penitenciária Essex, em Nova Jersey, no estado de Nova Iorque.

O golpista e os outros presidiários escreveram que, dentro da prisão, não poderiam cumprir o distanciamento social e a quarentena, recomendadas pelo CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos).

Segundo ele e seus colegas presos, não seria possível seguir as medidas do órgão norte-americano porque na cadeia há dois detentos por cela. Além disso, os banheiros e outros itens são compartilhados.

Os criminosos também disseram que não há desinfetantes, luvas, máscaras e sabão no local.

“Nossas vidas estão em perigo e estamos constantemente vivendo com medo, ansiedade e depressão devido ao vírus mortal”, escreveram os detentos.

Justiça norte-americana tem liberado presos

A carta foi recebida pelas autoridades dos Estados Unidos na semana passada, segundo documento divulgado pelo BehindMLM. O site não divulgou se o pedido já foi analisado.

Nos Estados Unidos, diversos detentos foram liberados por causa do coronavírus, mesmo aqueles que cometeram crimes violentos, segundo reportagem do The New York Times. Nos presídios do país há quase 1,5 mil infectados com coronavírus; 32 mortes foram registradas.

Na cadeia onde o golpista está preso, segundo uma rádio local, os casos de coronavírus mais do que dobraram na semana passada. No total, 13 detentos, três guardas e um funcionário testaram positivo para a Covid-19.

No Brasil, a Justiça também tem soltado presidiários, seguindo recomendação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Um dos liberados foi o presidente da Unick Forex, Leidimar Lopes.

Entenda o caso da BitClub

Weeks e outros dois “piramideiros” foram presos nos Estados Unidos no final do ano passado, acusados de serem os responsáveis pela BitClub, um esquema de pirâmide financeira que gerou prejuízo de US$ 772 milhões (R$ 3,7 bilhões).

De acordo com os promotores norte-americanos, o trio pegava dinheiro dos investidores, dizia investir em mineração de criptomoedas e prometia lucros surreais em cima do investimento.

O golpe durou entre 2014 e 2019. Um dos líderes do esquema criminoso chegou a chamar os investidores de “burros e idiotas”.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Lucas Marins
Lucas Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).
Carvão e tecnologia blockchain

Minas Gerais lança projeto blockchain para controle de carvão

O carvão é considerado um dos principais recursos naturais para obtenção de energia no mundo. Dessa forma, um dos estados que o produz no...

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...
Hacker segurando criptomoeda Bitcoin

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...

Últimas notícias

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...

Doações de Bitcoin começam a chegar para combater queimadas no Pantanal

Algumas doações em Bitcoin começam a chegar para apoiar o combate às queimadas no Pantanal. O dinheiro está sendo arrecadado em uma campanha pela...