Rebelião de mineradores faz Ethereum acelerar atualização para versão 2.0

Quando a atualização for implementada, a rede Ethereum vai atingir uma escalabilidade que necessita desesperadamente.

Siga no

A atualização do Ethereum para a versão 2.0 parece estar sendo priorizada em meio a rumores de uma rebelião de mineradores convocada para acontecer em 1º de abril.

Diante da ameaça que alguns mineradores descontentes com a proposta EIP-1559 fizeram de atacar a rede em uma demonstração de força, os desenvolvedores começaram a acelerar a atualização que era prevista para o segundo semestre deste ano.

A proposta EIP-1559, que reduz as taxas de mineração e logo, o lucro dos mineradores, foi rejeitada por pelo menos 50% dos mineradores, inclusive pela Ethermine, a segunda maior pool de mineração do Ethereum.

Dai a insatisfação, que resultou em uma organização dos mineradores para atacar a rede Ethereum no dia primeiro de abril.

Atualização acelerada

O desenvolvedor “Mikhail Kalinin” publicou no Github as especificações para a futura atualização que acontece junto com o aumento das tensões entre os mineradores e os desenvolvedores.

Os desenvolvedores planejaram implementar a Proposta de Melhoria do Ethereum (EIP-1559) em julho, que substituirá o mercado de taxas existente por um preço fixo e mecanismo de queima.

Eles estão ansiosos pela atualização porque ela reduz o congestionamento na rede, mas também pode reduzir a receita dos mineradores em até 50%.

Assim, parte dos mineradores estão planejando uma “demonstração de força”, onde vão direcionar poder de hash para a pool Ethermine por 51 horas, o que pode prejudicar a rede e deixa-la vulnerável a gastos duplos e reorganização de blocos.

No entanto, os desenvolvedores parecem estar preparados para a rebelião.

No mês passado, o co-fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, disse que se os mineradores ameaçarem um ataque, “todos nós iremos para o PoS o mais rápido possível.”

Vitalik também disse no início desta semana que os desenvolvedores do Ethereum 2.0 estão priorizando a atualização, e seus comentários sugerem que o foco pode ser motivado por um desejo de minimizar os impactos potenciais do possível ataque.

O coordenador do projeto, Danny Ryan, declarou que nos próximos dias serão alocados recursos para viabilizar a atualização o mais rápido possível.

Quando a atualização for implementada, a rede Ethereum vai atingir uma escalabilidade que necessita desesperadamente.

A mudança para PoS (prova de participação) vai substituir o mecanismo de prova de trabalho atual (PoW), onde os mineradores atuam. Nesse ponto, portanto, os mineradores de Ethereum se tornarão efetivamente obsoletos.

É possível que nos próximos dias a comunidade receba atualizações de quando a rede será atualizada para a versão 2.0, e ela com certeza acontecerá bem antes do planejado.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Idoso segurando Bitcoins aposentadoria

Empresa passa a oferecer aposentadoria com Bitcoin

Uma parceria entre três empresas do mercado de criptomoedas possibilitou a criação de um produto de aposentadoria com Bitcoin. Os planos de aposentadoria, normalmente chamados...

Líder de pirâmide com Bitcoin é solto e volta a aplicar golpes prometendo lucros

Mesmo depois de ter sido preso e indiciado pela Polícia Civil, o dono da pirâmide financeira "Medina Bank", Izaltino Medina Filho, de 60 anos,...

Modelo do Instagram vende seu “amor” em forma de criptomoeda

O mercado dos tokens não-fungíveis (NFTS) realmente se tornou uma grande moda nos últimos meses, sendo uma forma que muitos escolheram para vender peças...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias