USP e Htmlcoin se unem em solução para detecção de Covid-19

Siga no

A luta contra a atual pandemia da Covid-19 tem diferentes aliados, inclusive na indústria descentralizada. Tivemos desde o desenvolvimento de aplicativos para coleta de dados e até mesmo doações diretas que permitiram a criação de hospitais de campanha. Agora, um novo projeto utilizará a blockchain para realizar testes rápidos para Covid-19.

Um grupo de pesquisadores da USP e várias outras universidades do Brasil desenvolveram um novo método para a detecção da Covid-19 e de outras doenças. O método vem chamando a atenção por ser pouco convencional, mas por ser muito mais rápido e até 5 vezes mais barato.

O projeto é apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e coordenado pelo pós-doutorando Ives Charlie da Silva, com a participação do Profº Ilo Rivero Desenvolvedor IoT na Fundação Htmlcoin.

Esse mesmo projeto chegou a ficar em terceiro lugar em um Hackathon focado em soluções para lidar com a atual pandemia.

Como funciona o novo teste rápido de Covid-19

Zebrafish, conhecido também como paulistinha, é a peça chave para esse novo teste.

Para o novo procedimento os pesquisadores desenvolveram um teste que utiliza o zebrafish, uma espécie de peixe que também é chamada de paulistinha. A proteína do vírus e injetada no peixe que reagem quimicamente com a substância presente na fita de teste.

A análise dos anticorpos é feita e rapidamente se tem um resultado sobre a presença do vírus no corpo ou não. A fita diagnóstica pode ser consultada de qualquer lugar e o teste oferece a a possibilidade de realizar o teste em casa, algo importante para evitar aglomerações.

Através desta fita diagnóstica com um QR code a pessoa tem rapidamente o resultado do teste registrado em tempo real no aplicativo.

O uso do zebrafish é justificado porque eles são muito mais baratos de serem mantidos que camundongos e galinhas, já que são pequenos (5 cm na fase adulta) e possuem uma manutenção mais simples. Além disso, os peixes não precisam ser abatidos para que os anticorpos possam ser observados.

O teste está em fase de validação. Agora a equipe está trabalhando para quantificar a concentração de anticorpos necessária para fazer o mapeamento de quantos peixes serão necessários para produção em escala global.

O papel da Blockchain no teste da Covid-19

Todo o procedimento garante muita prática e agilidade para os testes, no entanto, ainda é necessário garantir a segurança dos dados e das informações.

Como quem acompanha a indústria da blockchain já sabe, não há maneira melhor do que a descentralização para garantir a integridade de dados.

A tecnologia de blockchain foi utilizada para garantir a imutabilidade dos dados registrados e evitar adulterações fraudulentas em testes de Covid-19.

Para isso, a equipe contou com a infraestrutura da Htmlcoin/Althash pelo caráter híbrido Bitcoin + EVM Ethereum. Essa infraestrutura garante não apenas segurança, mas baixo custo na taxa de transações e velocidade instantânea.

Segundo Márcio Gandra, EVP de Inovação e Tecnologia na Htmlcoin/Althash, a parceria proporcionou também a assinatura de um memorando de entendimento para que ambas entidades possam trabalhar em conjunto no desenvolvimento de novas soluções que necessitem da imutabilidade proporcionada pela Blockchain.

“Este é um dos maiores passos da Fundação Htmlcoin no Brasil e no mundo, até hoje, e sem dúvida um marco para sua consolidação no mercado de forma responsável, trazendo soluções reais que impactem a sociedade.” Afirma Gandra.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Exterminador do Futuro

Schwarzenegger, o “Exterminador do Futuro” explica por que não investe em Bitcoin

Arnold Schwarzenegger - o protagonista de filmes como “O Exterminador do Futuro” e “Predador” - disse que não investe em criptomoedas porque não entende...
Cachorro Shiba Inu, símbolo da Dogecoin, prestando atenção criptomoeda

Buscas por Dogecoin superam as por Bitcoin no Google pela primeira vez na história

Dogecoin é uma das criptomoedas que mais chamaram atenção nos últimos meses. Após ter sido promovida por Elon Musk e várias outras celebridades, a...
Criptomoeda Ethereum preço

Taxas do Ethereum ultrapassam R$ 1.550

Fazer uma transação na rede Ethereum agora custa mais de US $ 300, cerca de R$ 1.564 - o motivo é que a rede...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias