CEO do Paypal ataca Bitcoin em Davos

Mais uma vez a empresa vem pra cima!

Siga no

O Fórum Econômico Mundial está acontecendo em Davos, na Suíça, com a participação de grandes empresas e governantes, e apesar do clima frio no país, o ambiente pode estar mais quente do se imagina para as criptomoedas.

O CEO do Paypal, Dan Schulman, disse no evento de Davos que não está “vendo a aceitação de muitos comerciantes à nenhuma das criptomoedas”. Apesar disso, disse que acredita na tecnologia adjacente e que a mesma é interessante, se referindo claramente a blockchain.

O fato é que, de forma quase que unânime nas comunidades cripto mundiais, a blockchain é muito importante, desde que utilizada junto de uma criptomoeda, visto que as tecnologias são partes de uma mesma invenção, sendo difícil tratar de forma separada como o CEO do Paypal disse.

Dentre o ataque ao Bitcoin, Dan disse que “A volatilidade do Bitcoin não é algo ideal para uma moeda que os varejistas possam aceitar”.

Volatilidade do bitcoin tem sido uma das bandeiras dos críticos, mas que não foi presente em alguns momentos de 2018 para o Bitcoin, que teve a volatilidade em períodos até menor do que países em crise.

Na continuação de seu ataque, Dan disse ainda que “Simplesmente não é uma maneira eficiente de transferir valor. Não é um processo amigável ao consumidor e não é um processo amigável para os comerciantes”.

O aceite de criptomoedas por comerciantes tem, ao contrário do que disse o CEO do Paypal, aumentado consideravelmente com a tecnologia Lightning Network, empresas como a Pundi X que trazem soluções para facilitar o cotidiano das empresas, além de outras iniciativas que já possuem produtos rodando no mercado.

O Paypal é uma das operações centralizadas de transferência financeira mais utilizada no mundo, com destaque junto a Visa e Mastercard, e é comum que os CEOs da empresa ataquem a tecnologia concorrente da empresa, como havia já sido feito pelo ex-CEO Bill Harris.

O Bitcoin, como uma tecnologia para pagamentos e transações, ainda é uma criança de apenas 10 anos de idade, que irá com o tempo ganhar maturidade e pode se provar muito útil. Em alguns países, o Bitcoin já é melhor que as moedas comuns, e sua procura segue crescendo, mas isso o CEO não comentou.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“Bitcoin é igual o Kenny do South Park, morre, mas sempre volta”, diz diretor...

South Park é um dos desenhos mais famosos dos últimos anos, com um humor adulto e ácido e personagens simples, mas memoráveis. De acordo...
WTF dólar. (Imagem: ShutterStock)

Na surdina, congresso dos EUA introduz emenda que dá mais poder ao FED para...

No dia 28 de julho deste ano uma emenda foi introduzida para votação no Congresso dos EUA. O texto, apoiado pelo democrata Don Beyer, introduz...

Quantas vezes a China já baniu o Bitcoin?

Desde 2009 a China vem brigando para manter o yuan como a única moeda usada no país, proibindo que seus cidadãos tenham qualquer tipo...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias