“ChatGPT é a nova criptomoeda”, diz Meta sobre golpes

A Meta, empresa-mãe do Facebook e Instagram, publicou um relatório nesta quarta-feira (3) para alertar sobre os perigos ligados aos assuntos do momento. Como exemplo, citou um crescente número de hacks, malwares e outros tipos de golpes aproveitando buscas pelo ChatGPT.

Guy Rosen, diretor de segurança da Meta, conversou com o Engadget sobre o assunto, afirmando que os “[golpes] do ChatGPT são os novos [golpes] de criptomoedas”.

Ou seja, os golpistas são os mesmos, só mudaram sua abordagem para focar num número maior de potenciais vítimas.

Facebook e criptomoedas

Voltando para janeiro de 2018, o Facebook baniu todos os anúncios ligados a Bitcoin e outras criptomoedas de sua plataforma. Na ocasião, citaram que tais produtos eram “frequentemente associados a práticas promocionais ilusórias ou enganosas”.

O Bitcoin estava em seu topo histórico, US$ 20.000, após uma valorização de 1.940% no ano anterior. Além disso, a febre das ofertas iniciais de moedas (ICOs) também marcou o período.

Ou seja, muitas pessoas inexperientes entraram no mercado devido a esta valorização, um prato cheio para os golpistas. No entanto, o banimento manchou a reputação da indústria honesta devido a sua generalização.

Mais de um ano depois, a rede social de Mark Zuckerberg repensou sua decisão. Em maio de 2019, voltou a permitir anúncios relacionados a criptomoedas. Já no final de 2021, o Facebook seu nome para Meta, abraçando o metaverso, os NFTs e tudo mais ligado ao setor. Não durou muito tempo.

Meta agora está preocupado com o ChatGPT

Chegando a 100 milhões de usuários em apenas dois meses, o ChatGPT tornou-se o software de mais rápida expansão da história, deixando gigantes como TikTok e até mesmo Facebook e Instagram para trás.

No entanto, golpistas estão se aproveitando desta moda para fazer vítimas. Segundo relatório da Meta, os métodos de ataque são os mais diversos, incluindo phishing, extensões maliciosas, anúncios e aplicativos falsos.

“Como uma indústria, vimos isso em outros tópicos populares em seu tempo, como golpes de criptomoedas alimentados pelo imenso interesse em moeda digital”, disse Guy Rosen, diretor de segurança da Meta ao Engadget. “Então, do ponto de vista de um ator ruim, o ChatGPT é a nova criptomoeda.”

Meta aponta para extensões maliciosas se passando pelo ChatGPT para infectar computadores de vítimas. Fonte: Meta/Reprodução.

Em um primeiro contato, a ferramenta acima parece real. Mais de 10.000 usuários e uma nota de 4,5 estrelas é suficiente para enganar até mesmo usuários mais experientes.

“Essas famílias de malware — incluindo Ducktail, NodeStealer e malwares mais recentes que se apresentam como ChatGPT e outras ferramentas semelhantes — visam pessoas por meio de extensões de navegador maliciosas, anúncios e várias plataformas de mídia social com o objetivo de exibir anúncios não autorizados de contas comerciais comprometidas na internet”, apontou a Meta em outro artigo mais técnico.

Por fim, deixando os golpistas de lado, tanto as criptomoedas quanto inteligências artificiais são duas grandes tecnologias que agregam valor a nossa vida moderna. Em alguns casos, por exemplo, as duas já estão sendo usadas em conjunto.

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias