Cidade da Espanha criando criptomoeda própria, MarbellaCoin

É cripto para tudo que é lado!

Siga no

A cidade litorânea de Marbella, localizada na província de Málaga na Espanha e com uma população de cerca de 120 mil habitantes, terá uma nova criptomoeda para uso.

A MarbellaCoin foi criada e promovida pela Associação Cultural Blockchain Marbella, que é uma instituição sem fins lucrativos, e tem como ideia desempenhar um papel de aproximar a população das criptomoedas.

Em tempos de caça às bruxas pelo mundo ao tema das criptomoedas, a MarbellaCoin foi criada para ser uma ferramenta de modo a melhorar as trocas na cidade, segundo o website CryptoNinjas.

Além de funcionar para trocas nos estabelecimentos, a nova cripto estatal poderá ser utilizada para criação de dApps personalizados para empreendimentos necessários.

Por fim acredita-se que a nova blockchain desta cripto poderá rodar smart contracts, possibilitar a criação de escrow entre diferentes partes de negócios, e a associação acredita que isso pode fazer com que seja incentivado a força das relações comerciais no cotidiano da cidade.

MarbellaChain será uma plataforma aberta com uma governança inteligente, pensada para promover o desenvolvimento da tecnologia blockchain, a relação com criptomoedas, as inúmeras possibilidades que isso trás para as cidades inteligentes, que coloca Marbella como um destaque no cenário cripto mundial.

A nova moeda teve 1% de pré-mineração do total supply, sendo 0.5% enviados para 79 associados da Marbella Blockchain e os outros 0.5% para incentivar o faucet que será criado para a comunidade.

Segundo o site oficial da Blockchain Marbella, a missão da organização é proteger as pessoas de golpes, discutir a temática cripto no local, e treinar interessados na tecnologia blockchain, tudo de forma transparente.

Apesar de dizer que a proposta seja criar uma moeda transparente e com blockchain, em pesquisa no site oficial no dia 22 de janeiro conduzida pelo Livecoins, não há nenhuma informação de whitepaper ou de um GitHub para verificar o andamento do projeto. Também não fica claro se será utilizada uma blockchain já existente ou se será fundada uma do zero.

As criptomoedas públicas relevantes no mercado cripto sempre foram pensadas e desenvolvidas de forma descentralizada e sem controle governamental ou de empresas, além de que projetos com pré-mineração normalmente são alvos de desconfiança nas comunidades cripto, o que faz com que a iniciativa ainda precise percorrer um caminho longo até que se prove como um projeto sério e de potencial.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“Bitcoin não me atrai”, diz André Esteves do BTG Pactual em áudio vazado

Um áudio vazado de uma conversa de André Esteves, banqueiro do BTG Pactual, deixou claro a opinião dele sobre o Bitcoin como um investimento. O...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

China pode estar planejando cancelar proibição do Bitcoin

A China tem sido um dos países que mais aparece nos holofotes do setor financeiro, seja ele o tradicional ou então o criptomercado. Com...

Alemanha vai leiloar R$ 75,2 milhões em Bitcoin

O leilão de criptomoedas realizados por diferentes governos tem sido algo cada vez mais comum, e desta vez um estado da Alemanha vai leiloar...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias