Investidores da LUNA estão queimando moedas para tentar salvar criptomoeda

Ainda que Do Kwon tenha alguns planos para tentar manter o projeto vivo, como criar um fork e recompensar tanto os antigos holders de LUNA quanto de UST, alguns usuários conseguiram ter ideias mais malucas que esta.

Logotipo da criptomoeda Terra (LUNA).
Logotipo da criptomoeda Terra (LUNA).

A inflação da Terra (LUNA) foi o principal motivo da queda de seu preço. Em poucos dias, sua oferta de moedas cresceu de 365 milhões de unidades para 6,5 bilhões no momento. Com isso, alguns usuários se mostraram dispostos a queimar suas moedas e Do Kwon, fundador do projeto, forneceu um endereço aos “lunáticos”.

Apesar desta ação, Kwon mostrou-se contrário a ideia destas pessoas. Afinal, estes estariam queimando seu próprio dinheiro e, por consequência, não teriam lucro nenhum com isso, mesmo que o preço da LUNA voltasse a subir.

“Por que você faria isso? [Estaria] literalmente queimando dinheiro.”

Mesmo mostrando-se contrário a ideia, o homem por trás da Terra e TerraUSD liberou um endereço para quem quiser deixar suas moedas inacessíveis.

“Para esclarecer, como falei várias vezes, não acho que enviar tokens (LUNA) para este endereço para queimar tokens seja uma boa ideia — nada acontece, exceto que você perderá seus tokens.”

Usuários querem diminuir inflação da LUNA

Ainda que Do Kwon tenha alguns planos para tentar manter o projeto vivo, como criar um fork e recompensar tanto os antigos holders de LUNA quanto de UST, alguns usuários conseguiram ter ideias mais malucas que esta.

Um destes lunáticos, como são chamados os usuários da LUNA, sugeriu que a própria comunidade queimasse seu próprio dinheiro para reduzir o número de moedas em circulação.

“Você pode nos dar o endereço de queima de LUNA para que a comunidade possa começar a queimar LUNA para reduzir a oferta?”

Já nas primeiras transações deste endereço, é possível encontrar uma mensagem que cita o “espiral da vida”, termo contrário do “espiral da morte” que fez o preço da moeda despencar.

“ESPIRAL DA VIDA: queime algumas de suas Lunas neste endereço oficial de queima. Quanto mais cedo, melhor para suas recompensas instantâneas e futuras. Para restaurar a confiança, muita Luna deve ser queimada,” aponta parte do extenso texto encontrado no explorador de blocos.

Texto encontrado no explorador de blocos da LUNA, pedindo a queima de moedas pelos próprios holders.

Apesar disso ser a solução para a inflação da LUNA, vale lembrar que estes usuários estariam jogando seu dinheiro no lixo. Portanto, quem lucraria seriam aqueles que não fariam isso. Em outras palavras, é uma ideia inviável.

Lunáticos compraram a ideia e já estão queimando LUNA

Mesmo assim, mais de 2.500 transações já foram enviadas para este endereço. Os montantes são os mais variados, desde apenas 1 LUNA (que não vale nem mesmo 1 centavo), até 1 milhão de LUNA, equivalentes a cerca de 890 reais.

Usuários queimando LUNA por conta própria para tentar acabar com a inflação da criptomoeda.

Por comparação, este 1 milhão de LUNA chegaram a valer R$ 542 milhões antes do crash, quando a moeda estava cotada a R$ 542 por unidade. Contudo, não se sabe por qual preço tais moedas foram adquiridas.

Curiosamente, ao contrário de moedas fiduciárias como o Real (BRL), queimar criptomoedas não é um crime e essa prática é usada por diversos projetos como BNB e ETH para reduzir suas ofertas.

Contudo, a situação da LUNA é bem diferente e soa tão ruim quanto cortar zeros de uma moeda, talvez ainda pior por beneficiar apenas aqueles que não ajudarem neste processo.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias