Qual a melhor criptomoeda privada para Nick Szabo?

“Sorria, Você tá sendo filmado!”

-

Siga no

Em tempos de FaceApp, aplicativo que envelhece a foto das pessoas, a pauta da privacidade ganha destaque. Entretanto, nas criptomoedas o assunto também ganhou destaque com um velho conhecido do criptomercado. Isso porque Nick Szabo, pioneiro dos contratos inteligentes, resolveu falar qual a melhor criptomoeda privada para transações.

Certamente o Bitcoin não é a melhor criptomoeda para privacidade de transações como muitos imaginam. O Bitcoin (BTC) é sim uma moeda que permite transações anônimas. Entretanto, não é a melhor alternativa do cenário e Nick Szabo explicou qual a sua preferida.

Nick Szabo afirmou qual a melhor criptomoeda privada para transações

A história de Nick Szabo junto ao criptomercado começou antes mesmo da criação do Bitcoin. Isso porque Szabo foi quem cunhou o termo “contratos inteligentes” além de ter criado a moeda digital “bit gold”. Essa última foi utilizada inclusive por Satoshi Nakamoto quando este criou o Bitcoin.

Com isso, quando Szabo vem a público compartilhar seus pensamentos, grande relevância é dada ao criptógrafo. Em uma discussão recente no Twitter, Szabo comentou sobre três projetos de criptomoedas privadas: Monero (XMR), Zcash (ZEC) e Grin (GRIN).

Mas não teve muito para as concorrentes da Monero na opinião de Nick Szabo. De acordo com o especialista, essa é a melhor criptomoeda privada, até do que o Bitcoin. Além disso, Szabo afirmou que encoraja as pessoas a utilizá-la.

Em seguida, um usuário perguntou a Szabo sobre a GRIN (MimbleWimble). Szabo disse que certamente é um projeto interessante, com bons desenvolvedores, mas ainda não olhou atentamente o código.

Em épocas de discussões sobre privacidade, criptomoedas podem ganhar força?

O ano de 2019 tem sido especial para as criptomoedas por vários sentidos. Um deles é a valorização do Bitcoin, que subiu bastante em relação ao Dólar (USD).

Além disso, quando o assunto é crise financeira, o Bitcoin tem estado em alta. Isso porque os bancos centrais estão preocupados com a escalada das criptomoedas, principalmente da Libra do Facebook. Entretanto, além da preocupação com a Libra os BCs estão sofrendo para manter as moedas fiduciárias sob controle, com a inflação batendo recordes absurdos em alguns países.

TOP 10 países com maior inflação no mundo. Fonte: https://pt.tradingeconomics.com/country-list/inflation-rate

A pauta da privacidade é outra que ganha força, por consequência, trazendo luz às criptomoedas. Certamente, com todo o cenário convergindo para uma realidade de extrema vigilância, o Bitcoin e demais criptomoedas privadas poderão ganhar força. Essa força poderia ser consequência de um aumento da vigilância de fiscais de governos, que tem monitorado a situação das criptomoedas de perto.

Finalmente, a opinião de Szabo sobre a Monero é alinhada com uma pesquisa recente publicada pelo Livecoins. Nela, a criptomoeda privada preferida de investidores era a Monero. Neste sentido, criptomoedas como a Monero, Zcash, quem sabe a Grin, podem ganhar força também.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Explosão na Capital do Líbano, Beirute

Doações em Bitcoin enviadas ao Líbano são complicadas

Na última semana o mundo parou para acompanhar uma imensa explosão na cidade de Beirute, capital do Líbano. A cidade que ficou arrasada, está...
Lobo-Guará é o símbolo da nova nota de R$ 200 no Brasil

Nova nota circula no Brasil, BC ainda não lançou cédula

No último mês, o Banco Central do Brasil anunciou a chegada de uma nova cédula, no valor de R$ 200 cada. De acordo com...
Bitcoin na mão

“Bitcoin é um dinheiro da internet”, esse foi o primeiro impacto

Muitas pessoas têm a dúvida de como eram os primeiros dias do Bitcoin no Brasil. Ao ter seu artigo lançado em 2008, a rede...