As 5 pessoas mais influentes do setor de criptomoedas em 2021

Apesar do destaque e repercussão pontual de algumas pessoas, é importante destacar que um dos lemas da comunidade Bitcoin é que "somos todos Satoshi Nakamoto".

Siga no
Várias criptomoedas em cima de computador
Várias criptomoedas em cima de computador

O ano de 2021 foi marcado pela expansão do Bitcoin em várias métricas como adoção, preço, Lightning Network e outras. Para isso ter acontecido, é válido fazer uma homenagem há algumas pessoas mais influentes do setor de criptomoedas em 2021.

Bilionários, artistas, políticos, empreendedores, todos estavam falando sobre um dos assuntos mais populares de 2021: o Bitcoin e as criptomoedas.

Esperamos que novas pessoas comecem a entender a necessidade do Bitcoin em 2022 e possam levar conhecimento para outras. Afinal esta é a nossa última salvação contra Estados que destroem nosso dinheiro.

Michael Saylor, CEO da MicroStrategy

Abrindo a lista das 5 pessoas mais influentes do setor de criptomoedas está Michael Saylor, CEO da MicroStrategy. Apostando todas as suas fichas no Bitcoin, o bilionário também advogou em defesa do BTC e abriu os olhos de outras pessoas.

Além de possuir cerca de 17.732 BTC (R$ 47 bilhões) em seu próprio bolso, tornando-o uma das maiores baleias de bitcoin, a empresa de Michael Saylor, a MicroStrategy, também é a empresa pública com mais bitcoins em caixa. Com uma última aquisição de 1.914 BTC nesta quinta-feira (30), a MSTR fecha o ano holdando 124.391 BTC (R$ 33,33 bilhões).

Com isso também influenciou Elon Musk a comprar Bitcoin com a Tesla, gigante dos automóveis elétricos. Por fim, também defendeu a tecnologia durante o ano inteiro, participando de conversas sobre o tema.

Jack Dorsey, fundador do Twitter

Jack Dorsey, fundador do Twitter e CEO da Block, também teve papel fundamental na adoção do Bitcoin em 2021. Além de ter implementado um sistema de gorjetas com BTC no Twitter, Dorsey também abandonou sua criação para dedicar-se ao Bitcoin através da Block.

Fã do Bitcoin e da ideologia por trás da maior criptomoeda do mundo, Dorsey também encerrou o ano brigando com grandes empresas de capital de risco, afirmando ser preciso focar no único ativo que interessa, o Bitcoin.

Assim como a MicroStrategy e Tesla, a Block também possui BTC em seu caixa, um total de 8.027 BTC (R$ 2,15 bilhões). Por enquanto, espera-se que Jack Dorsey possa continuar contribuindo ainda mais para o Bitcoin em 2022, já que este é o seu único foco atualmente.

Nayib Bukele, presidente de El Salvador

Além de grandes instituições comprando Bitcoin, também é preciso notar que 2021 foi o primeiro ano em que um país adotou o bitcoin como moeda legal, além de manter BTC em suas reservas internacionais.

Muito disso deve-se ao presidente de El Salvador, Nayib Bukele, que assim como Saylor e Dorsey também tornou-se um defensor do bitcoin, indo muito além das compras, ao desafiar o sistema financeiro mundial e até o FMI para isso.

Com planos como a Bitcoin City, agora o pequeno país da América Central tem sua economia girando ao redor da moeda digital. Além disso, gradualmente está transformando seus dólares em bitcoin, no total o país já possui 1.391 BTC (R$ 372 milhões) como reserva internacional.

Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX

Atualmente a pessoa mais rica do mundo, é claro que Elon Musk tem muita influência por onde passa. Afinal, todos param para ouvir a sua opinião, não apenas por conta do dinheiro como também por ser um visionário em inovações.

CEO das empresas Tesla, focada em carros elétricos, e SpaceX, atuando no campo de naves espaciais, Musk deixou uma mensagem clara para o mundo ao comprar 1,5 bilhão de dólar em Bitcoin.

Além disso, Musk também já esteve muito ligado ao mundo financeiro por conta do PayPal, então sua colaboração é muito bem-vinda. Apesar disso, é válido notar que o bilionário já fez criticas ao Bitcoin enquanto defendia a Dogecoin.

Changpeng Zhao, CEO da Binance

Fundador e CEO da exchange mais popular do mundo, Changpeng Zhao é o nome que fecha a lista das pessoas mais influentes do setor de criptomoedas de 2021.

Conhecido como CZ da Binance, Zhao já declarou que a cripto-indústria é a missão de sua vida e, devido ao tamanho de sua exchange, todos acompanham seu empreendimento, principalmente ligado às questões regulatórias já que esta foi uma das principais batalhas do CEO da maior corretora em volume no mundo no último ano.

Além disso, CZ conseguiu colocar a sua criptomoeda, a Binance Coin (BNB), entre às três maiores em 2021 com um market cap de 480 milhões de reais.

Por fim, também vale homenagear todos que ajudam a propagar os ideias do Bitcoin e das criptomoedas, independente de seu alcance. Afinal, o Bitcoin não é de ninguém e, ao mesmo tempo, é de todos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.

Entenda o que é Smart Contract, a tecnologia que veio pra ficar!

Os produtos e serviços tradicionais estão sofrendo fortes mudanças decorrentes da transformação digital, criando instrumentos inteligentes para as empresas e nosso cotidiano. Carros autônomos, robôs...
Pedro Cerize, gestor de fundos brasileiro e sócio da Skopos

Gestor de fundos brasileiro critica CFA por incluir criptoativos em prova

Um famoso gestor de fundos brasileiro criticou a instituição responsável pela certificação Chartered Financial Analyst (CFA) por incluir criptoativos na prova. Como uma prova...
Símbolo do Bitcoin próximo do McDonalds

Queda do Bitcoin faz presidente de El Salvador postar foto como funcionário do McDonald’s,...

A queda do Bitcoin nos últimos dias afetou duramente o mercado, levando o presidente de El Salvador a postar uma foto usando "uniforme" do...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias