Áudios: Leidimar ajuda investidor a pegar empréstimo com agiota para colocar na Unick Forex

“Tu é um miserável. Tu tá mendigando R$ 100 mil", diz Lopes a outra pessoa

-

Siga no
Leidimar Lopes, presidente da Unick Forex. Reprodução/YouTube
Leidimar Lopes, presidente da Unick Forex. Reprodução/YouTube
Anúncio

O presidente da Unick Forex, Leidimar Lopes, construiu sua “carreira” em cima de supostas pirâmides financeiras.

Além da Unick, o “empresário” gaúcho pode ter envolvimento com outros dois esquemas que afetaram a vida de centenas de pessoas – a Phoner e a Dome Assistência Familiar -, segundo informações do Grupo Anti Ponzi.

Áudios atribuídos a Lopes, enviados à reportagem do Livecoins nesta quarta-feira (25), revelam como o fundador da Unick Forex trabalhava, influenciava pessoas e lidava com as críticas.

Lopes diz que ajudou investidor a pegar dinheiro de agiota

Anúncio

Em um dos áudios, Lopes falou sobre como ele orientou uma pessoa que perdeu dinheiro na TelexBit – suposta pirâmide financeira que trabalhava com a venda de pacotes de telefonia pela internet, assim como a Telexfree – a pegar empréstimo com agiota.

“É um cara que tem bastante patrimônio, mas ele perdeu R$ 1 milhão da TelexBit, tá meio desequilibrado e quer botar umas contas aqui na Unick”, diz Lopes, que fala também que não quer se envolver com o agiota.

“Tu é um miserável”, diz Lopes a investidor que perdeu R$ 100 mil

Em outro áudio, o fundador da suposta organização criminosa xinga um provável investidor que perdeu grana na Unick Forex, responsável por movimentar cerca de R$ 29 bilhões de forma ilegal, segundo a Polícia Federal.

“Tu é um miserável. Tu tá mendigando R$ 100 mil. Tu é um miserável infeliz. Tu não é digno, tu é um merda, um cara que se vende por R$ 100 mil é um trouxa.Tu é um palhaço. Só isso que tu é”, diz.

Não tenho nada a esconder, diz fundador da Unick Forex

Em outro áudio, ao falar com alguém que teria feito críticas ao negócio, Lopes defende a Unick Forex e diz que sempre há pessoas querendo estragar as coisas para ele. Fala ainda que nunca teve nada a esconder de ninguém.

“Mesmo sendo cinquenta, R$ 1 milhão de investigador, eu não tenho nada a esconder. Minha vida é pública, meu nome todo mundo sabe, meu endereço, os negócios que eu tenho. A Unick é uma empresa legal, ela funciona real”.

Lopes cumpre prisão domiciliar por causa da Covid-19

Leidimar Lopes, conforme adiantou o Livecoins no início desta semana, cumpre prisão domiciliar desde a semana passada, monitorado por tornozeleira eletrônica.

A decisão foi da 7ª Vara Federal do Rio Grande do Sul, e foi baseada em recomendações do STJ (Superior Tribunal de Justiça) e do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que pediram para os magistrados reavaliarem prisões preventivas por causa da pandemia do coronavírus.

Na decisão, a juíza federal Karine da Silva Cordeiro disse que, apesar de a manutenção da prisão preventiva ser a medida ideal, nesse momento de proliferação do vírus a saúde de Lopes é mais importante do que a ordem pública e, por isso, ele pode cumprir a pena alternativa.

Histórico da Unick

CVM Alerta sobre atuação irregular da Unick – Empresa prometia dobrar capital investido

Polícia Civil fecha escritório da Unick

Polícia Federal prende 12 líderes da Unick

Líderes da Unick promovem Moguro

Polícia Federal investiga 1.200 líderes da Unick

Ex funcionário da Unick revela informações sobre empresa

Danter solto sem pagar fiança

Leidimar Lopes sai da prisão sem pagar fiança

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Lucas Gabriel Marins
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

Leia mais

Últimas notícias

É animador o fato de autoridades brasileiras discutirem criptomoedas, diz OCDE

Para a OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), é animador o fato de as autoridades financeiras brasileiras discutirem a regulamentação das criptomoedas. Além disso,...

Meu Pé de Bitcoin é alvo de reclamações de clientes

A empresa Meu Pé de Bitcoin, com sede em Caruaru, no interior de Pernambuco tem sido acusada por clientes de não honrar com as...

“Criptomoedas não são poupança”, alegou empresa processada pela CVM

Em uma defesa contra a CVM, uma empresa brasileira afirmou que as "criptomoedas não são uma poupança". Tudo começou após a empresa captar investimentos...