Brave Browser recompensando posts pelo Twitter

Navegador cripto!

Siga no

O Twitter é certamente uma das redes sociais de destaque no mundo desde sua fundação em 2006. Além disso, o Twitter é uma das redes sociais de destaque da comunidade de criptomoedas mundial. O cofundador do Twitter, Jack Dorsey, é um dos grandes entusiastas do Bitcoin. Entretanto, para usuários do Brave Browser, o Twitter passa a ser mais um local de obter recompensas com posts.

Isso porque, a partir do dia 01 de agosto, o Brave dará suporte ao Twitter em atualização da versão desktop. Com isso, usuários da rede social que queiram distribuir BAT Token a algum usuário que crie um bom conteúdo será permitido.

Usuários do Brave Browser recompensa posts de qualidade compartilhados pelo Twitter

Usuários do navegador Brave que possuem BAT Token poderão pagar por bons posts pelo Twitter. A nova medida foi anunciada no site oficial no dia 01 de agosto de 2019.

Com isso, ao navegar pela rede social em busca de notícias ou mesmo informes, um usuário que quiser contribuir com um conteúdo poderá pagar para um usuário. Cabe o destaque que o Brave está preparando para dar suporte de doações pelo Reddit e Vimeo. Além das duas grandes redes sociais, em breve a opção chegará também ao GitHub.

Com a chegada ao Twitter, os usuários passam a ter mais opções de patrocinar bons conteúdos. Cabe o destaque que, o Twitter é uma das redes sociais mais utilizadas pela comunidade de criptomoedas.

Fonte: https://brave.com/tip-with-brave/

Além disso, o foco do Brave é movimentar o marketing digital junto às criptomoedas. Isso porque os usuários passam a ter controle dos conteúdos que serão consumidos e patrocinados.

Atualização está disponível apenas para versão desktop

O Navegador Brave possui versões para vários sistemas operacionais. Entretanto, a nova atualização chega apenas para versões desktop.

Para usuários de alguns países (Brasil ainda não está disponível), há chances de ganhar BAT Tokens com o programa Brave Rewards. Entretanto, o novo anúncio informou que dará 100,000 BAT para usuários de regiões não contempladas pelo Rewards. Deste modo, as doações podem ser feitas com tokens ganhados na carteira ou comprados pelos usuários.

Os criadores de conteúdos não cadastrados não receberam suas recompensas a menos que se cadastrem para recebimento. É importante que este cadastro seja feito em até 90 dias, senão a doação não é realizada.

Finalmente, o Twitter passa a fazer mais uma vez parte da história do criptomercado. Isso porque o presidente Donald Trump utilizou a rede social para atacar o Bitcoin.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Guggenheim

Gigante de Wall Street pede aprovação da SEC para investir até R$ 2.6 bi...

A gigante americana de serviços financeiros Guggenheim Partners entrou com um pedido na Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC) para investir até $ 500...

Guru de “A grande aposta” compara bitcoin com Tesla: “bolha”

Michael Burry - o famoso investidor interpretado por Christian Bale no filme "A grande aposta" - comparou a Tesla com o bitcoin, chamando ambos...

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e...

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...

Últimas notícias

Guru de “A grande aposta” compara bitcoin com Tesla: “bolha”

Michael Burry - o famoso investidor interpretado por Christian Bale no filme "A grande aposta" - comparou a Tesla com o bitcoin, chamando ambos...

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e tem dados vazados

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...

Hackers invadem site do governo da Argentina e ameaçam vazar 50GB de dados

Vários países da América Latina seguem perseguidos por ataques cibernéticos, principalmente com os chamados ransomwares. O novo caso de ataque seria uma invasão ao...