Inicio Bitcoin Capitalização de mercado das criptomoedas deve atingir US$ 1 trilhão em 2018

Capitalização de mercado das criptomoedas deve atingir US$ 1 trilhão em 2018

-

Compartilhe
bitcoin 1 trilhão 2018
Imagem, Cortesia Flick

A capitalização de mercado total atual de acordo com coinmarketcap.com está em torno de US $ 270.000.000.000, 66% menor do que o valor máximo que o mercado já chegou de US $ 813.000.000.000 no final de 2017.

Espera-se que a capitalização de mercado das criptomoedas chegue a US $ 1 trilhão pela primeira vez este ano, apesar da atual baixa de mercado.

A tendência de baixa em 2018 ainda está em andamento, no entanto, os especialistas prevêem que, o limite total de mercado das criptomoedas chegará a US $ 1 trilhão em 2018, valorizando então quase 4 vezes.

À medida que se aumenta a conscientização sobre as criptomoedas, bem como a conscientização da tecnologia subjacente, estamos começando a perceber uma mudança na percepção da mídia e dos governos.

Recentemente a SEC foi pressionada para avaliar as criptomoedas pelo Congresso dos Estados Unidos, alegando que elas são “o futuro do dinheiro”.

“Esta audiência examinará até que ponto o governo dos Estados Unidos deve considerar as criptomoedas como dinheiro e os potenciais usos domésticos e globais. O comitê avaliará os méritos de quaisquer usos dos bancos centrais de criptomoedas e discutirá o futuro delas e do dinheiro físico. ”

O relatório destaca falhas fundamentais no atual sistema monetário fiduciário, como a crescente preocupação com as taxas de inflação, as preocupações de segurança e o crescente nível de endividamento nacional!

Criptomoedas também estão se tornando cada vez mais acessíveis ao dinheiro institucional, com o lançamento do novo fundo da Coinbase Index, que requer um investimento mínimo de US $ 250.000, e se tornaria o “Dow Jones” das criptomoedas!

A SEC também está buscando agora um feedback do público sobre os ETF’s da Bitcoin (Exchange Traded Funds)! Muitos investidores que procuram minimizar os riscos associados ao investimento procuram os ETFs para garantir que os seus investimentos possam ser garantidos de forma ideal, financeiramente regulados e segurados!

Se a SEC aprovasse um ETF apoiado pelo Bitcoin, ela ofereceria um veículo para os investidores institucionais investirem, além de proporcionar segurança e confiança em um mercado em desenvolvimento.

Se a SEC aprovasse os ETFs da Bitcoin, isso também significaria que terceiros poderiam ficar encarregados de armazenar e obter fundos, o que significa que as apólices de seguro estariam em vigor e um enorme fator de risco poderia ser eliminado da indústria.

O termo “dinheiro institucional” tem ganhando força no mundo das criptomoedas e está se tornando uma realidade cada vez maior à medida que a postura governamental se desloca para se concentrar mais nos benefícios potenciais da criptoeconomia.

O ex-vice-presidente da Goldman Sach recentemente deu um conselho exortando as pessoas a “manter a calma, este é um investimento a longo prazo”.

Atualmente os provedores de liquidez para tokens de criptomoedas são centenas de exchanges não regulamentadas. Além de serem altamente fragmentadas, essas corretoras têm a reputação de serem propensas a invasões de hackers, furtos e negociações com informações privilegiadas. As manchetes negativas têm sido difíceis de ignorar para os gestores de ativos que, os bancos, são legalmente obrigados a agir melhor no interesse de seus clientes.

Os investidores institucionais vêem muito risco investindo diretamente nos chamados tokens de utilidade comercializados nas exchanges atuais.

De acordo com Dara Albright, fundadora da Dara Albright Media, eles podem estar buscando outras estratégias para entrar no mercado. “Regulamentos não têm nada a ver com isso”.

É tudo sobre o hedge. Instituições precisam encontrar alguma forma de garantir lucros e se proteger contra perdas.

As preocupações institucionais podem ser mitigadas? Albright continua otimista. “Se as instituições encontrarem essa fórmula mágica para garantir seus retornos em criptomoedas, elas inundarão o mercado.”

A tentação dos investidores de varejo participarem ainda é forte. Se você está pensando em investir em criptomoedas, é importante fazer sua lição de casa primeiro. Olhe para a equipe, o histórico deles e, depois, a tração do negócio.

O mercado precisa de dinheiro novo – muito dinheiro – para sustentar os preços. É mais do que provável que seja necessária uma infusão de capital de investidores institucionais, como bancos, pensões ou doações, para que as criptomoedas tenham uma chance real de ultrapassar o limite de capitalização de mercado de US $ 1 trilhão neste ano.

Mercado de US $ 1 trilhão é possível para 2018 ?

Christopher Matta disse que, a longo prazo, uma sólida infra-estrutura continuará a ser construída com ETF, Opções, segurança e serviços de custódia.

Ele explicou que tudo isso trará dinheiro institucional para o mercado e é o que acabará por levar a um investimento bem sucedido.

A escassez da Bitcoin é um grande ponto de venda, ele explicou que “Se você está otimista para o longo prazo, US $ 6.000 é um ponto de entrada decente.”

Matta acredita que os desenvolvimentos que estão acontecendo este ano tem sido extremamente positivos e explicou que tudo isso acabará por levar a novos recursos e que, “o dinheiro institucional está chegando, esteja pronto.”

Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]
SourceBitGuru

MAIS LIDOS

FMI: Criptomoedas estão “abalando” o sistema bancário

De acordo com Christine Legarde, diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), as criptomoedas estão "abalando o sistema" afirmando que as moedas digitais "devem ser monitoradas e reguladas para...

Fundador do Wikileaks foi preso na Embaixada do Equador

O mundo acompanha há sete anos a prisão do fundador da Wikileaks, Julian Assange. Este que sempre atuou em prol de um jornalismo livre,...

PewDiePie: um dos maiores Youtubers do mundo troca YouTube por plataforma Blockchain

PewDiePie, o polêmico astro mais bem pago do YouTube (R$ 51,3 milhões entre 2015 e 2016) - que havia sido alvo de uma petição para...
 
Compartilhe
close-link