Weiss Ratings faz 7 previsões do Bitcoin para 2019

Mas uma vez uma nota da agência financeira!

-

Siga no

A agência financeira Weiss Ratings voltou a falar sobre o Bitcoin com 7 previsões para 2019 do que pode acontecer no mercado, e além disso, também falou do Bitcoin Cash.

A Weiss Ratings já havia falado do Bitcoin recentemente, quando em Dezembro de 2018 alertou a investidores que a hora para comprar a criptomoeda era favorável.

Em novo texto sobre o assunto, o autor disse que 2017 foi um ano favorável para os investidores da criptmoeda, enquanto 2018 foi um desastre em termos de preços de mercado, mas que na questão tecnológica não deixou nada a desejar.

Com essa perspectiva, os estudos da agência apontaram para sete previsões do Bitcoin para 2019 que ficaram claras no levantamento dos dados realizados.

A previsão 1 foi de que o Bitcoin será cada vez mais utilizado como reserva de valor, e que o caminho é que o mesmo se torne o verdadeiro ouro digital.

A segunda previsão indica que o Bitcoin voltará a crescer os seus preços de mercado para topos históricos, pois entre várias moedas analisadas pela equipe a adoção do BTC melhorou drasticamente.

Ao contrário do levantamento realizado recentemente de que as altcoins não são bons investimentos, a Weiss Ratings colocou em sua terceira previsão de que os investidores devem prestar atenção nas alts, pois apesar de menos conhecidas podem ter seus valores aumentados em até 20 vezes. É claro que não foi apontado qual delas passaria por este processo de alta, mas deixaram explicíto que serão apenas algumas.

Na quarta previsão ficou o tema sobre a construção da nova internet, também conhecida como 3.0 e que é uma tendência. De acordo com estudo, criptomoedas como a EOS, Holochain, Cardano e outras estão liderando o processo. Este é um mercado de trilhões, que poderá ser a nova revolução tecnológica, portanto observar este mercado é importante.

Já na quinta posição das previsões, as criptomoedas estão no mercado para atrapalhar os bancos, e além do Bitcoin, a Ripple e a Stellar estão enfrentando este desafio. Foi destacado que a XRP tem lutado para substituir o SWIFT, que é uma gigantesca rede de pagamentos do sistema mundial.

A sexta previsão é aquela que vem para condenar as criptomoedas que irão morrer no ano de 2019, e de acordo com a Weiss Ratings três são as principais e que estão no TOP 10 do mercado: Bitcoin Cash, Bitcoin SV e também a Litecoin. O motivo é que elas não trazem nada de novo ao mercado, por isso, irão sucumbir talvez ainda em 2019.

Com várias moedas morrendo por não trazerem novidades, a previsão sete é de que novas moedas e projetos virão para o topo do mercado, e algumas das candidatas são a Holochain, a Hashgraph, tais como outras criptos mais obscuras ainda para a maior parte dos investidores.

Claro que as sete previsões da agência financeira não configuram como uma indicação de compra de criptomoedas, mas pelo que foi percebido, exploram o caráter das tecnologias e seu potencial para o ano que recém começou.

Saiba tudo sobre:
Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

PayPal confirma que está desenvolvendo soluções com criptomoedas

Recentemente um rumor afirmou que o PayPal poderia estar desenvolvendo soluções para compra e venda de criptomoedas. Apesar das fontes não terem apresentando provas...
Caju santos golpe Bitcoin

Jogador do Goiás Esporte Clube toma calote de R$ 200 mil da BWA Brasil

O jogador de futebol Wanderson de Jesus Martins, lateral-esquerdo do Goiás Esporte Clube, tomou um calote de R$ 200 mil da BWA Brasil. A...
Consórcio Brasil Central - BrC

Secretário do Brasil Central conhece sistema blockchain russo

Fundado em 2015, a Associação Pública de natureza autárquica chamada Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC) é uma referência no país. Nos...