Início ADA Weiss Ratings faz 7 previsões do Bitcoin para 2019

Weiss Ratings faz 7 previsões do Bitcoin para 2019

Mas uma vez uma nota da agência financeira!

-

Weiss Ratings faz 7 previsões do Bitcoin para 2019

A agência financeira Weiss Ratings voltou a falar sobre o Bitcoin com 7 previsões para 2019 do que pode acontecer no mercado, e além disso, também falou do Bitcoin Cash.

A Weiss Ratings já havia falado do Bitcoin recentemente, quando em Dezembro de 2018 alertou a investidores que a hora para comprar a criptomoeda era favorável.

Em novo texto sobre o assunto, o autor disse que 2017 foi um ano favorável para os investidores da criptmoeda, enquanto 2018 foi um desastre em termos de preços de mercado, mas que na questão tecnológica não deixou nada a desejar.

Com essa perspectiva, os estudos da agência apontaram para sete previsões do Bitcoin para 2019 que ficaram claras no levantamento dos dados realizados.

A previsão 1 foi de que o Bitcoin será cada vez mais utilizado como reserva de valor, e que o caminho é que o mesmo se torne o verdadeiro ouro digital.

A segunda previsão indica que o Bitcoin voltará a crescer os seus preços de mercado para topos históricos, pois entre várias moedas analisadas pela equipe a adoção do BTC melhorou drasticamente.

Ao contrário do levantamento realizado recentemente de que as altcoins não são bons investimentos, a Weiss Ratings colocou em sua terceira previsão de que os investidores devem prestar atenção nas alts, pois apesar de menos conhecidas podem ter seus valores aumentados em até 20 vezes. É claro que não foi apontado qual delas passaria por este processo de alta, mas deixaram explicíto que serão apenas algumas.

Na quarta previsão ficou o tema sobre a construção da nova internet, também conhecida como 3.0 e que é uma tendência. De acordo com estudo, criptomoedas como a EOS, Holochain, Cardano e outras estão liderando o processo. Este é um mercado de trilhões, que poderá ser a nova revolução tecnológica, portanto observar este mercado é importante.

Já na quinta posição das previsões, as criptomoedas estão no mercado para atrapalhar os bancos, e além do Bitcoin, a Ripple e a Stellar estão enfrentando este desafio. Foi destacado que a XRP tem lutado para substituir o SWIFT, que é uma gigantesca rede de pagamentos do sistema mundial.

A sexta previsão é aquela que vem para condenar as criptomoedas que irão morrer no ano de 2019, e de acordo com a Weiss Ratings três são as principais e que estão no TOP 10 do mercado: Bitcoin Cash, Bitcoin SV e também a Litecoin. O motivo é que elas não trazem nada de novo ao mercado, por isso, irão sucumbir talvez ainda em 2019.

Com várias moedas morrendo por não trazerem novidades, a previsão sete é de que novas moedas e projetos virão para o topo do mercado, e algumas das candidatas são a Holochain, a Hashgraph, tais como outras criptos mais obscuras ainda para a maior parte dos investidores.

Claro que as sete previsões da agência financeira não configuram como uma indicação de compra de criptomoedas, mas pelo que foi percebido, exploram o caráter das tecnologias e seu potencial para o ano que recém começou.

Anúncio

Nexo

Empréstimos na hora por transferência bancária usando sua criptomoeda como garantia sem vendê-la. Ganhe juros de até 8% ao ano em suas Stablecoins.

Comece agora
Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Avatar
Gustavo Bertolucci
Entusiasta de criptomoedas, formado em Análise de Dados e BI. Busquei conhecimento em Análise Técnica e Mercado Financeiro, quando me deparei com o Bitcoin e daí em diante venho escrevendo sobre a criptoeconomia e Blockchain.

Veja também

Diretor jurídico da Unick se entrega e cumpre prisão em casa com tornozeleira eletrônica

Fernando Marques Lusvarghi, diretor jurídico da Unick e dono da SA Capital se entregou para a polícia no último dia 22 (sexta). Ele era...

Mãe e ex-cunhada do “rei do bitcoin” são sequestradas, amarradas e ameaçadas de morte

A mãe e a ex-cunhada do empresário Claudio Oliveira, dono do Grupo Bitcoin Banco – empresa de criptomoedas que deve R$ 616 milhões a...

Criptomoedas podem substituir o dinheiro até 2030, diz uma das maiores instituições financeiras do mundo

Até 2030, a demanda por moedas alternativas vai aumentar, e as moedas digitais, como o Bitcoin, vão substituir o dinheiro comum. Essa é a...

Prosegur foi atacada por ransomware que pede Bitcoin como resgate

A empresa de segurança Prosegur foi atacada por um ransomware, que pede resgate em Bitcoin. Os softwares da empresa na área de telecomunicações foram...

Preço do Bitcoin pode ter segundo melhor natal de todos os tempos

O Bitcoin tem visto o natal de 2019 cada vez mais próximo, com seu preço flutuando entre U$ 7,300. Contudo, o que pouca gente...

Bitcoin foi vendido 90% mais barato na maior corretora do mundo

O Bitcoin foi vendido por um preço incrivelmente baixo na maior corretora de criptomoedas do mundo, a Binance. O preço da moeda digital caiu...

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Diretor jurídico da Unick se entrega e cumpre prisão em casa com tornozeleira eletrônica

Fernando Marques Lusvarghi, diretor jurídico da Unick e dono da SA Capital se entregou para a polícia no último dia 22 (sexta). Ele era...

Mãe e ex-cunhada do “rei do bitcoin” são sequestradas, amarradas e ameaçadas de morte

A mãe e a ex-cunhada do empresário Claudio Oliveira, dono do Grupo Bitcoin Banco – empresa de criptomoedas que deve R$ 616 milhões a...

Criptomoedas podem substituir o dinheiro até 2030, diz uma das maiores instituições financeiras do mundo

Até 2030, a demanda por moedas alternativas vai aumentar, e as moedas digitais, como o Bitcoin, vão substituir o dinheiro comum. Essa é a...

Prosegur foi atacada por ransomware que pede Bitcoin como resgate

A empresa de segurança Prosegur foi atacada por um ransomware, que pede resgate em Bitcoin. Os softwares da empresa na área de telecomunicações foram...