“Bear Market confirmado”, diz o CEO da CryptoQuant após cruz da morte do Bitcoin ser confirmada

A perspectiva de longo prazo do Bitcoin continua otimista, já que o renomado analista PlanB disse hoje que o Bitcoin pode atingir US$ 135 mil até o final deste ano.

Siga no
Bear Market Bitcoin. Imagem: Shutter Stock
Bear Market Bitcoin. Imagem: Shutter Stock

Não é segredo para ninguém que o Bitcoin tem enfrentado um período extremamente turbulento e volátil. Grandes nações como a China e Rússia estão impondo restrições mais severas ao comércio e mineração de criptomoedas – ao mesmo tempo bilionários como Elon Musk criticam a moeda digital por sua pegada de carbono.

Para Ki-Young Ju, CEO da empresa de análise on-chain CryptoQuant, o Bitcoin entrou oficialmente em um mercado de baixa (bear market).

“Odeio dizer isso, mas parece que o bear market do Bitcoin se confirmou.” – Disse ele em um tuíte nesta segunda (21).

Ele observou que as baleias de Bitcoin (grandes detentores) começaram a enviar moedas em massa para as corretoras, o que é um sinal de “capitulação das baleias”.

Ele diz também que, embora confie no indicador específico por anos, um único indicador não pode dizer o futuro do preço do Bitcoin com certeza, pois tudo pode acontecer.

“Só estou dizendo que este foi um indicador muito bom para determinar um mercado de alta/baixa para mim”, resumiu.

A tendência de queda prolongada do Bitcoin surge quando outra formação técnica de baixa é confirmada – o que deixa alguns traders nervosos.

Cruz da morte

Hoje o Bitcoin caiu mais de 10% e passou a ser negociado por cerca de US$ 31.700. O mercado está enfrentando forte pressão de venda em meio ao agravamento da repressão às criptomoedas na China.

O anúncio de que a MicroStrategy comprou US$ 489 milhões em Bitcoin hoje não foi o suficiente para acalmar os ursos ferozes.

O analista Mati Greenspan foi o primeiro a observar que a temida cruz de morte – que é considerada um indicador bastante preciso de mercados em baixa – se confirmou no gráfico de preço do Bitcoin.

Caso você ainda não saiba, uma cruz de morte se forma quando a média móvel de curto prazo do Bitcoin (50 dias) cruza abaixo da média móvel de longo prazo (200 dias).

O preço do Bitcoin caiu de sua maior alta de quase US $ 65 mil em abril para o nível de US $ 31 mil hoje. A queda foi desencadeada após notícias de uma intensificação da repressão às criptomoedas na China.

Hoje também o Banco Popular da China (PBoC) fez com que bancos e instituições financeiras parassem de fornecer serviços para clientes que negociam criptomoedas.

A confluência desses indicadores de baixa fez com que vários especialistas previssem que o Bitcoin poderia cair para US $ 20.000 em um futuro próximo.

Apesar disso, a perspectiva de longo prazo do Bitcoin continua otimista, já que o renomado analista PlanB disse hoje que o Bitcoin pode atingir US$ 135 mil até o final deste ano.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Bitcoin em alta. Imagem: ShutterStock

Bitcoin rompe alta histórica e é negociado acima dos 65 mil dólares

Com um mercado otimista em relação a questões regulatórias, o preço do Bitcoin rompeu a sua máxima histórica de 64.895 dólares registrada em abril...

Criptomoeda “promissora e fora do radar” desaparece com R$3 milhões dos investidores

Golpes envolvendo arrecadação de dinheiro e então um abandono do projeto são bem comuns, mas a CryptoEats foi além. A falsa empresa usou influenciadores...

FCA faz alerta para “jovens” que investem em criptomoedas

Segundo relatório publicado pela Autoridade de Conduta Financeira (FCA) do Reino Unido, a maior parte dos jovens faz investimentos arriscados por conta da competição...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias