“Bear Market confirmado”, diz o CEO da CryptoQuant após cruz da morte do Bitcoin ser confirmada

A perspectiva de longo prazo do Bitcoin continua otimista, já que o renomado analista PlanB disse hoje que o Bitcoin pode atingir US$ 135 mil até o final deste ano.

Siga no
Bear Market Bitcoin. Imagem: Shutter Stock
Bear Market Bitcoin. Imagem: Shutter Stock

Não é segredo para ninguém que o Bitcoin tem enfrentado um período extremamente turbulento e volátil. Grandes nações como a China e Rússia estão impondo restrições mais severas ao comércio e mineração de criptomoedas – ao mesmo tempo bilionários como Elon Musk criticam a moeda digital por sua pegada de carbono.

Para Ki-Young Ju, CEO da empresa de análise on-chain CryptoQuant, o Bitcoin entrou oficialmente em um mercado de baixa (bear market).

“Odeio dizer isso, mas parece que o bear market do Bitcoin se confirmou.” – Disse ele em um tuíte nesta segunda (21).

Ele observou que as baleias de Bitcoin (grandes detentores) começaram a enviar moedas em massa para as corretoras, o que é um sinal de “capitulação das baleias”.

Ele diz também que, embora confie no indicador específico por anos, um único indicador não pode dizer o futuro do preço do Bitcoin com certeza, pois tudo pode acontecer.

“Só estou dizendo que este foi um indicador muito bom para determinar um mercado de alta/baixa para mim”, resumiu.

A tendência de queda prolongada do Bitcoin surge quando outra formação técnica de baixa é confirmada – o que deixa alguns traders nervosos.

Cruz da morte

Hoje o Bitcoin caiu mais de 10% e passou a ser negociado por cerca de US$ 31.700. O mercado está enfrentando forte pressão de venda em meio ao agravamento da repressão às criptomoedas na China.

O anúncio de que a MicroStrategy comprou US$ 489 milhões em Bitcoin hoje não foi o suficiente para acalmar os ursos ferozes.

O analista Mati Greenspan foi o primeiro a observar que a temida cruz de morte – que é considerada um indicador bastante preciso de mercados em baixa – se confirmou no gráfico de preço do Bitcoin.

Caso você ainda não saiba, uma cruz de morte se forma quando a média móvel de curto prazo do Bitcoin (50 dias) cruza abaixo da média móvel de longo prazo (200 dias).

O preço do Bitcoin caiu de sua maior alta de quase US $ 65 mil em abril para o nível de US $ 31 mil hoje. A queda foi desencadeada após notícias de uma intensificação da repressão às criptomoedas na China.

Hoje também o Banco Popular da China (PBoC) fez com que bancos e instituições financeiras parassem de fornecer serviços para clientes que negociam criptomoedas.

A confluência desses indicadores de baixa fez com que vários especialistas previssem que o Bitcoin poderia cair para US $ 20.000 em um futuro próximo.

Apesar disso, a perspectiva de longo prazo do Bitcoin continua otimista, já que o renomado analista PlanB disse hoje que o Bitcoin pode atingir US$ 135 mil até o final deste ano.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Debate Descentralizado: stablecoins podem impactar outras criptomoedas

As stablecoins são possivelmente um dos pilares do mercado de criptomoedas atualmente. O USDT, por exemplo, é usado como medidor de demanda por investidores....
Trade na Uniswap baleia

Criador da Uniswap quer melhorar negociações de baleias Ethereum

Hayden Adams, o criador da Uniswap quer implementar uma melhoria para as negociações de baleias de Ethereum. Um estudo está sendo feito em conjunto...
US Marshals na vigilância do telhado bitcoin

Polícia americana contrata empresa para armazenar bitcoins apreendidos

A polícia dos Estados Unidos quer guardar os bitcoins apreendidos em operações e para isso, contratou uma empresa especializada, a Anchorage Digital. De acordo com...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias