Monero não será incomodado pela SEC, afirma Riccardo Spagni

Moeda pode estar livre desta!

-

Siga no
Anúncio

Um dos líderes de desenvolvimento da criptomoeda Monero (XMR) é Riccardo Spagni. Este entusiasta afirmou que a SEC não irá incomodar o projeto.

A Securities and Exchange Commission (SEC) é o órgão dos EUA que fiscaliza ativos financeiros. A opinião deste órgão pode impactar alguns projetos, principalmente os que poderiam ser considerados “ações”.

Mas para Riccardo Spagni, a SEC nunca irá atrapalhar o desenvolvimento da Monero (XMR). Essa crença é baseada no fato que essa moeda nunca teve um financiamento inicial, processo conhecido como ICO.

Monero é uma criptomoeda descentralizada

Anúncio

O lançamento da criptomoeda XMR no mercado mundial seguiu os mesmos trâmites que o Bitcoin (BTC). Isso porque essa moeda, desde o seu primeiro bloco, é minerada por sua comunidade.

Tal forma de lançamento impede que a moeda, pelo menos teoricamente, se enquadre como um ativo. A Monero não teve um financiamento coletivo em seu processo, e nem pré-vendas.

Finalmente, na visão de Riccardo, a SEC não poderia intervir no projeto uma vez que este não possui nenhuma característica que o impede.

A SEC já se posicionou, ainda que de forma informal, contra a crença de que o Ethereum (ETH) seja um ativo. Diferente do Monero, o Ethereum passou por um processo de financiamento inicial.

Monero é uma criptomoeda privada

Apesar da crença de que a SEC não poderia intervir no desenvolvimento deste projeto, outras situações ainda existem. Vários países têm estado de olho em projetos de criptomoedas que trabalham com transações privadas.

O Bitcoin é uma moeda anônima, mas ainda sim pode ter suas transações rastreadas por alguém com tal interesse. Isso é claro, se quem utiliza a moeda não tomar cuidados extras.

Entretanto, criptomoedas como a Monero, Zcash (ZEC), Dash (DASH), entre outras, possuem formas de transações privadas. Isso já se dá pelo protocolo das moedas, o que dificulta o rastreio de terceiros.

Países como o Japão, Índia, e outros mais, não gostam de tais projetos. Isso poderia impactar, por exemplo, a listagem dos mesmos em corretoras (exchanges).

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Carvão e tecnologia blockchain

Minas Gerais lança projeto blockchain para controle de carvão

O carvão é considerado um dos principais recursos naturais para obtenção de energia no mundo. Dessa forma, um dos estados que o produz no...

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...
Hacker segurando criptomoeda Bitcoin

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...

Últimas notícias

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...

Doações de Bitcoin começam a chegar para combater queimadas no Pantanal

Algumas doações em Bitcoin começam a chegar para apoiar o combate às queimadas no Pantanal. O dinheiro está sendo arrecadado em uma campanha pela...