Monero não será incomodado pela SEC, afirma Riccardo Spagni

Moeda pode estar livre desta!

Siga no

Um dos líderes de desenvolvimento da criptomoeda Monero (XMR) é Riccardo Spagni. Este entusiasta afirmou que a SEC não irá incomodar o projeto.

A Securities and Exchange Commission (SEC) é o órgão dos EUA que fiscaliza ativos financeiros. A opinião deste órgão pode impactar alguns projetos, principalmente os que poderiam ser considerados “ações”.

Mas para Riccardo Spagni, a SEC nunca irá atrapalhar o desenvolvimento da Monero (XMR). Essa crença é baseada no fato que essa moeda nunca teve um financiamento inicial, processo conhecido como ICO.

Monero é uma criptomoeda descentralizada

O lançamento da criptomoeda XMR no mercado mundial seguiu os mesmos trâmites que o Bitcoin (BTC). Isso porque essa moeda, desde o seu primeiro bloco, é minerada por sua comunidade.

Tal forma de lançamento impede que a moeda, pelo menos teoricamente, se enquadre como um ativo. A Monero não teve um financiamento coletivo em seu processo, e nem pré-vendas.

Finalmente, na visão de Riccardo, a SEC não poderia intervir no projeto uma vez que este não possui nenhuma característica que o impede.

A SEC já se posicionou, ainda que de forma informal, contra a crença de que o Ethereum (ETH) seja um ativo. Diferente do Monero, o Ethereum passou por um processo de financiamento inicial.

Monero é uma criptomoeda privada

Apesar da crença de que a SEC não poderia intervir no desenvolvimento deste projeto, outras situações ainda existem. Vários países têm estado de olho em projetos de criptomoedas que trabalham com transações privadas.

O Bitcoin é uma moeda anônima, mas ainda sim pode ter suas transações rastreadas por alguém com tal interesse. Isso é claro, se quem utiliza a moeda não tomar cuidados extras.

Entretanto, criptomoedas como a Monero, Zcash (ZEC), Dash (DASH), entre outras, possuem formas de transações privadas. Isso já se dá pelo protocolo das moedas, o que dificulta o rastreio de terceiros.

Países como o Japão, Índia, e outros mais, não gostam de tais projetos. Isso poderia impactar, por exemplo, a listagem dos mesmos em corretoras (exchanges).

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Diego Armando Maradona homenagem criptomoeda Ethereum morreu

Maradona é eternalizado em blockchain Ethereum

Maradona significa na Argentina a perfeição de um jogador de futebol, sendo por lá um ícone do esporte. Após a notícia de sua morte,...
Carro de polícia com sirene ligada policiais criptomoedas Bitcoin

Polícia Civil recebe treinamento de identificação e apreensão de criptomoedas no exterior

Chegou ao fim mais um curso de capacitação promovido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no Brasil. Agora, vários policiais aprenderam a bloquear...

CVM dos EUA é acusada de dar vantagens à China no mercado cripto

O Diretor de Inteligência Nacional (DNI) dos Estados Unidos, John Ratcliffe, enviou uma carta ao presidente da Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC) expressando...

Últimas notícias

Polícia Civil recebe treinamento de identificação e apreensão de criptomoedas no exterior

Chegou ao fim mais um curso de capacitação promovido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no Brasil. Agora, vários policiais aprenderam a bloquear...

CVM dos EUA é acusada de dar vantagens à China no mercado cripto

O Diretor de Inteligência Nacional (DNI) dos Estados Unidos, John Ratcliffe, enviou uma carta ao presidente da Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC) expressando...

Bitcoin bate recorde de preço no Canadá

O preço do Bitcoin no Canadá bateu recorde de preço. A moeda digital foi negociada a C$ 25.300 pela primeira vez na história do...