Morgan Stanley está pronto para começar trade de Bitcoin

Segundo fontes de dentro da instituição!

Siga no

Segundo o The Block, a instituição de investimentos Morgan Stanley pode começar a realizar trade de Bitcoin a qualquer momento. Isso porque, segundo fontes internas do banco, o cenário está pronto desde setembro de 2018.

Certamente é esperado uma grande movimentação de instituições financeiras rumo às criptomoedas. Entretanto, além da volatilidade do Bitcoin, o cenário não anda fácil para as criptomoedas. Isso porque o governo tem perseguido o criptomercado, principalmente após a criação da Libra do Facebook.

Morgan Stanley poderá realizar trade com Bitcoin em breve?

A história de criação do Morgan Stanley é próxima do banco JPMorgan. Entretanto, com o passar dos anos as instituições passaram a ter atuações separadas. Uma dessas atuações é justamente em relação ao Bitcoin.

Isso porque o JPMorgan possui um posicionamento contrário ao Bitcoin, com seu CEO sendo um dos inimigos do Bitcoin. Além disso, o banco está criando sua própria criptomoeda, chamada JPM Coin.

O Morgan Stanley, entretanto, possui um CEO que já reconheceu publicamente a força do Bitcoin. Isso porque ainda em 2017 o CEO da instituição, James Gorman, disse que o “Bitcoin é mais que apenas uma moda”. Além disso, no auge da queda de preços do Bitcoin em 2018, Gorman afirmou que o Bitcoin não estava indo embora.

O Bitcoin que pode ser negociado pelo Morgan Stanley estaria apenas no aguardo. Isso porque, segundo funcionários da instituição, falta apenas o interesse de um grande cliente institucional. A Morgan Stanley está, desde setembro de 2018, apenas na espera para iniciar o trade de Bitcoin, segundo apurou o The Block.

Certamente, além da espera por um cliente, o inverno cripto também teve impacto no início do trades. Pode ser questão de tempo até que a instituição se posicione no Bitcoin.

“Não subestime o interesse dos bancos em criptomoedas”, teria dito as fontes de dentro do Morgan Stanley

Banco Barclays não tem a mesma intenção

O The Block afirmou ainda que o Banco Barclays, inglês, não está alinhado com a intenção do Morgan Stanley. Isso porque, para este banco a falta de regulamentação do Bitcoin é um empecilho para a entrada no setor.

Certamente, o mundo está acompanhando o cenário da regulamentação das criptomoedas atento. Isso porque, o cenário para empresas que já estão no mercado não anda dos mais fáceis.

Na Índia, por exemplo, um comunicado de imprensa do dia 22 de julho de 2018 apontou novidades para criptomoedas. Segundo informe do Ministério de Finanças da Índia, o tema das criptomoedas será revisado. Cabe o destaque que as criptomoedas são proibidas neste país.

Finalmente, se o cenário de incertezas continuar presente, pode ser que instituições como Morgan Stanley atrasem mais o lançamento de novos produtos com Bitcoin. Cabe o destaque que uma eventual entrada do Morgan Stanley traria muito dinheiro ao criptomercado. Isso porque, esta é uma das instituições mais ricas do mercado financeiro atual.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

O ouro físico está perdendo espaço para o ouro digital

Nos últimos dias, Neel Kashkari, presidente do banco central americano, disse que não ficaria surpreso se a taxa de inflação nos Estados Unidos subissem...

Repressão global às criptomoedas pode estar chegando, alerta CEO da Kraken

Recentemente o Bitcoin e várias outras criptomoedas tiveram uma alta surpreendente, com muitas alcançando novas máximas históricas (como é o caso do Bitcoin e...

Dogecoin passa banco Itaú, Santander e Bradesco em valor de mercado

Dogecoin, a criptomoeda feita como uma piada, surpreendeu o mundo após disparar 150% em poucas horas e ser negociada por um valor recorde de...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias