Jornalistas e investidores de criptomoedas são estúpidos, diz Nassim Taleb

"Jornalistas de criptomoedas são tão estúpidos quanto investidores de criptomoedas. Meu ponto central é que o ponto de ser "bearish" é inválido, não [o ponto da] tulipa."

Nassim Taleb, renomado escritor e investidor, voltou atacar o Bitcoin nesta quinta-feira (22). Segundo ele, o Bitcoin é igual a bolha das tulipas porém sem a beleza das flores.

Taleb é um renomado investidor e escritor, muito conhecido por seus livros que foram e continuam sendo lidos por todas as gerações de investidores no mundo inteiro.

Apesar de seu sucesso, ele não gosta muito de opiniões contrárias as dele, tendo bloqueado seguidores e também atacado investidores e jornalistas que não seguem a sua linha de pensamento. Todavia, a comunidade nunca perdoa e sempre responde a altura.

Briga antiga

Nassim Taleb é o autor de vários livros relacionados a investimentos, como A lógica do Cisne Negro, Antifrágil e Arriscando a Própria Pele, e apesar de já ter comprado Bitcoin, começou a criticar a criptomoeda no ano passado, e não parou mais.

Desta vez Taleb comparou o Bitcoin à “mania das tulipas”, uma bolha especulativa que ocorreu no século XVII na qual o preço das tulipas atingiu valores muito altos e pouco tempo depois despencou para valores mais reais.

“[o Bitcoin] é uma bolha das tulipas (sem a estética [das flores] e disfarçada de “moeda”), portanto, é tão irracional comprá-lo quanto apostar contra, talvez até mais.”

Taleb também comentou que não está “bearish” no Bitcoin, ou seja, não está apostando contra o preço da moeda digital, dizendo que investir tanto a favor quanto contra a moeda é irracional, provavelmente devido a sua própria incerteza sobre o valor de um ativo tão novo, inovador e sem precedentes.

Ao ser mencionado por um artigo da Bloomberg devido a este tweet, Taleb voltou a xingar todos que discordam com ele. Dizendo que a imprensa é tão estupida quanto os investidores.

“Jornalistas de criptomoedas são tão estúpidos quanto investidores de criptomoedas.

Meu ponto central é que o ponto de ser “bearish” é inválido, não [o ponto da] tulipa.”

Taleb ofendendo jornalistas e investidores. Fonte: Twitter

A resposta da comunidade

O Twitter é um ambiente conhecido por suas discussões calorosas e pelo grande número de entusiastas das criptomoedas. Segundo usuários, é possível encontrar pessoas fazendo propaganda de criptos até em tweets sobre receita de pastel.

Alguns usuários zombaram de Taleb ao apontar motivos pelos quais o Bitcoin tem uma demanda, o que faz o seu preço subir. Ao contrário das tulipas, que apesar de bonitas não apresentam tanta utilidade.

“O autor de “Cisne Negro”, Nassim Taleb, acha que você poderia teletransportar bulbos de tulipa para qualquer pessoa na Terra com uma ledger universal no século 17″

Outro usuário postou um gráfico comparando o Bitcoin com outros investimentos que tiveram uma grande redução em seu preço, como as próprias tulipas mencionadas por Taleb, o ouro e o crash de 1929. Relembrando-o que o caso do Bitcoin é bem diferente.

Correções de preço de vários ativos diferentes. Fonte: Twitter

Disco riscado

Esta não é a primeira vez que Taleb ataca o Bitcoin, em julho deste ano, o autor chegou a publicar um estudo chamado de “livro negro do Bitcoin”, alegando que a maior criptomoeda do mundo não vale nada e chamando-a de esquema de Ponzi.

Em outras oportunidades, Taleb também criticou a criptomoeda sem apresentar nada de novo além de dizer que o Bitcoin “falhou em todos os níveis”, “é uma falácia” e “não é proteção contra nada”.

Por fim, também não é a primeira vez que Taleb ofende jornalistas, em maio deste ano ele chamou Fernando Ulrich, um dos maiores defensores do Bitcoin no Brasil, de idiota após Ulrich tê-lo chamado de “economista questionável”.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias